Na Justiça Desportiva, Galo ganha e Cruzeiro perde

Resultados depois do clssico que terminou empatado: armador Roger, do time celeste, pega quatro jogos de suspenso por cotovelada; Atltico-MG absolvido por garrafa atirada em campo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - No campo, terminou empatado o primeiro clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro (2 a 2). Mas, fora dele, até agora, o time alvinegro está se dando melhor. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MG) absolveu o clube pela garrafa atirada por um de seus torcedores no campo. Por outro lado, deu uma punição de quatro jogos para o armador Roger, que deu uma cotovelada em Danilinho, do Galo.

O Atlético foi absolvido basicamente por duas razões: o torcedor que jogou uma garrafa de refrigerante pet foi identificado rapidamente, e o clube mineiro havia colocado uma faixa na torcida pedindo educação nas arquibancadas. O volante Pierre, que também foi julgado pelo TJD-MG e havia sido expulso no clássico, pegou apenas um jogo - já cumprido domingo passado.

Pior para o Cruzeiro, que poderá ficar sem Roger nas semifinais e e numa eventual final do Campeonato Mineiro, que começam este fim de semana - o time enfrenta o América . A menos que a diretoria cruzeirense entre com um efeito suspensivo. Roger não compareceu a seu julgamento e foi julgado à revelia. O Cruzeiro tentou um adiamento mas não foi atendido pelo júri do tribunal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email