'Não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo', diz Ciro

Candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou nesta sexta-feira (5), durante ato em Uberlândia, que não pode "deixar o Brasil cair na mão do fascismo"; "Nós estamos virando jogo de forma absurdamente espetacular. É o povo brasileiro. Eu vou trabalhar até as 17h porque é a minha responsabilidade. Eu não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo que nega liberdade, que destrói a democracia, que não tem ideias e nem números e nenhuma experiência pra enfrentar o drama do desemprego"

'Não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo', diz Ciro
'Não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo', diz Ciro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou nesta sexta-feira (5), durante ato em Uberlândia, que não pode "deixar o Brasil cair na mão do fascismo".

"Nós estamos virando jogo de forma absurdamente espetacular. É o povo brasileiro. Eu vou trabalhar até as 17h porque é a minha responsabilidade. Eu não posso deixar o Brasil cair na mão do fascismo que nega liberdade, que destrói a democracia, que não tem ideias e nem números e nenhuma experiência pra enfrentar o drama do desemprego", afirmou Ciro. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email