“Não se entrega setores estratégicos para corporações”, diz Roseno

O deputado estadual Renato Roseno (Psol) fez duras críticas ao anúncio do governo Temer sobre o plano de privatizações. “Seremos um País que não tem autonomia nem mesmo para imprimir a própria moeda. Isso é absurdo. É triste. Não se entrega setores estratégicos da economia nacional para corporações”, disse. Roseno aproveitou ainda para convocar as classes trabalhadoras a se unir contra essas decisões. “Não podemos esperar nenhuma coisa boa desse Governo e, por isso, devemos nos manifestar contra essas medidas anti-povo que pretendem liquidar o Brasil”

O deputado estadual Renato Roseno (Psol) fez duras críticas ao anúncio do governo Temer sobre o plano de privatizações. “Seremos um País que não tem autonomia nem mesmo para imprimir a própria moeda. Isso é absurdo. É triste. Não se entrega setores estratégicos da economia nacional para corporações”, disse. Roseno aproveitou ainda para convocar as classes trabalhadoras a se unir contra essas decisões. “Não podemos esperar nenhuma coisa boa desse Governo e, por isso, devemos nos manifestar contra essas medidas anti-povo que pretendem liquidar o Brasil”
O deputado estadual Renato Roseno (Psol) fez duras críticas ao anúncio do governo Temer sobre o plano de privatizações. “Seremos um País que não tem autonomia nem mesmo para imprimir a própria moeda. Isso é absurdo. É triste. Não se entrega setores estratégicos da economia nacional para corporações”, disse. Roseno aproveitou ainda para convocar as classes trabalhadoras a se unir contra essas decisões. “Não podemos esperar nenhuma coisa boa desse Governo e, por isso, devemos nos manifestar contra essas medidas anti-povo que pretendem liquidar o Brasil” (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O deputado Renato Roseno (Psol) lamentou nesta quinta-feira (24), o anúncio do Governo Federal sobre o plano de privatizações de mais de 57 ativos de controle estatal. O parlamentar apontou que, entre as privatizações estão aeroportos, rodovias e, inclusive, a Casa da Moeda. 

“Seremos um País que não tem autonomia nem mesmo para imprimir a própria moeda. Isso é absurdo. É triste. Não se entrega setores estratégicos da economia nacional para corporações”, disse, em pronunciamento na Assembleia Legislativa.

Para Renato Roseno, as privatizações não serão boas para o País. “As corporações trabalham com a lógica do lucro. O Governo Michel Temer está fazendo um desserviço para o Brasil e servindo apenas a elite que é aliada às corporações privadas”, pontuou.

O deputado ressaltou ainda que, além de ruim economicamente para o Brasil, as privatizações causarão instabilidade econômica desestabilizando a balança e aumentando a remessa de lucros para o exterior. “A médio e longo prazo, o Governo vai se desestabilizar e aumentar a dívida pública”, observou.

O parlamentar salientou que as classes trabalhadoras devem se unir contra as medidas de privatização. “O Governo Temer é contra o povo. Não podemos esperar nenhuma coisa boa desse Governo e, por isso, devemos nos manifestar contra essas medidas anti-povo que pretendem liquidar o Brasil”, afirmou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247