“Ninguém faz uma eleição só”, garante Ana Arraes

Apesar de reconhecer o peso da participao do filho, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), em sua eleio para ministra do TCU, a ex-deputada Ana Arraes faz questo de dividir o xito de sua empreitada com muita gente

“Ninguém faz uma eleição só”, garante Ana Arraes
“Ninguém faz uma eleição só”, garante Ana Arraes (Foto: Andréa Rêgo Barros/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Gilberto Prazeres_247 - A eleição da ex-deputada federal Ana Arraes para o posto de ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), há quase dois meses, foi, para muitos, uma demonstração da força do seu filho, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Na oportunidade, os mais críticos chegaram a dizer que a ex-socialista – ela teve que se desfiliar para assumir o cargo na corte – devia a conquista do objetivo unicamente ao talento político e, principalmente, à perspectiva da consolidação do voo nacional de Campos. Ao ser questionada pelo 247 se a atribuição de sua eleição ao filho a incomodava, Ana Arraes disse que não, entretanto, fez questão de, em tom de quase desabafo, incluir “muita gente” na cota dos responsáveis pelo sucesso de sua empreitada.

“Não fiquei incomodada com isso, porque ninguém faz uma eleição só. Todo mundo só faz eleição com muita gente, e não vou ficar incomodada de um quadro, como o governador Eduardo Campos, que é meu filho, me ajude”, garantiu a ministra Ana Arraes, agradecendo o apoio de outros colaboradores. “Foi uma conjunção de muita gente. Minha eleição contou com a força de muita gente, de todos os lados. Tanto que, em meu discurso, agradeci a todos os deputados da base e da oposição. Nós sempre dialogamos com todos. Temos nossa posição política”, frisou.

Ana Arraes foi eleita ministra do TCU, através de votação no plenário da Câmara Federal, com 222 votos. Além da pernambucana, concorreram Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que recebeu 149 votos; Átila Lins (PMDB-AM), com 47 votos; Damião Feliciano (PDT-PB), 33 votos; Milton Monti (PR-SP), 30 votos; eo auditor federal Rosendo Severo dos Anjos Neto, indicado pelo PPS e pelo PSOL, que obteve apenas 10 votos.

Com relação ao destino do eleitorado que a acompanhou na última eleição para a Câmara Federal, a ministra Ana Arraes afirmou que o seu antigo partido e o grupo político terá tempo para construir alternativas que possam garantir a manutenção dessa votação no atual campo. Contudo, ela ressalvou que, por conta de sua atividade no TCU, não irá participar das movimentações do PSB nesse sentido. “Não faço mais a atividade política. Para a posse no tribunal, tive que me desvincular do partido. Não tenho mais partido, e a gente não pode mais participar de campanhas políticas e nem uma atividade”, sentenciou. Na última eleição, Ana Arraes foi a recordista de votos para a Câmara Federal em Pernambuco, com 387.581 votos. 

Eduardo como o “novo”

Apesar de preferir não concentrar os méritos de sua eleição ao TCU no governador Eduardo Campos, Ana Arraes não é tão econômica quando o assunto é elogiar o filho, sobretudo ao ser questionada sobre as possibilidades que se vislumbram para o socialista. A ministra destaca a forma de gestão adotada por Campos como o seu grande diferencial em relação a outros nomes de destaque no País, classificando-o como uma coisa nova na política brasileira. 

“Enxergo nele uma grande liderança, que se diferencia muito com a questão da gestão, do desenvolvimento, de saber captar para o Estado investimentos importantes e estrututadores. Com uma visão arrumada nessa questão, ele é um quadro político brasileiro”, afirmou, completando: “Eu posso dizer isso porque na Câmara dos Deputados tem muita gente que admira, acompanha e vem conhecer. Uma coisa nova, é novo.”

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email