No Brasil pós-golpe, 39% dos recifenses querem deixar o Brasil

Pesquisa realizada pelo Instituto Uninassau aponta que mais de 39% dos recifenses desejam ir embora do país e construir uma nova vida no exterior; segundo a pesquisa, a corrupção, insegurança e a classe política são apontadas como as principais razões da frustração por 32,1%, 17,7% e 14,9% dos recifenses, respectivamente; dados sobre o Recife se somam aos levantamentos feitos pelo Instituto Paraná Pesquisas e Instituto Ipsos, divulgados neste final de semana, que apontem que mais de 34,6% dos brasileiros gostariam de emigrar e viver em outro país

Pesquisa realizada pelo Instituto Uninassau aponta que mais de 39% dos recifenses desejam ir embora do país e construir uma nova vida no exterior; segundo a pesquisa, a corrupção, insegurança e a classe política são apontadas como as principais razões da frustração por 32,1%, 17,7% e 14,9% dos recifenses, respectivamente; dados sobre o Recife se somam aos levantamentos feitos pelo Instituto Paraná Pesquisas e Instituto Ipsos, divulgados neste final de semana, que apontem que mais de 34,6% dos brasileiros gostariam de emigrar e viver em outro país
Pesquisa realizada pelo Instituto Uninassau aponta que mais de 39% dos recifenses desejam ir embora do país e construir uma nova vida no exterior; segundo a pesquisa, a corrupção, insegurança e a classe política são apontadas como as principais razões da frustração por 32,1%, 17,7% e 14,9% dos recifenses, respectivamente; dados sobre o Recife se somam aos levantamentos feitos pelo Instituto Paraná Pesquisas e Instituto Ipsos, divulgados neste final de semana, que apontem que mais de 34,6% dos brasileiros gostariam de emigrar e viver em outro país (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - Pesquisa realizada pelo Instituto Uninassau aponta que mais de 39% dos recifenses desejam ir embora do país e construir uma nova vida no exterior. Segundo a pesquisa, a corrupção, insegurança e a classe política são apontadas como as principais razões da frustração por 32,1%, 17,7% e 14,9%, respectivamente, dos recifenses.

Os dados sobre o Recife se somam aos levantamentos feitos pelo Instituto Paraná Pesquisas e Instituto Ipsos, divulgados neste final de semana. Segundo o Paraná Pesquisas, 34,6% dos brasileiros gostariam de emigrar e viver em outro país. Já o Ipsos aponta que 86% dos brasileiros acham que a democracia não é respeitada, enquanto outros 94% afirmam que o Brasil é governado por quem não representa a sociedade.

Para 92,6% dos recifenses, segundo a Uninassau, o Brasil possui muitos problemas, mas para 66,8%, o país ainda tem solução

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247