No Carnaval, "Eu Acho É Pouco" quer "Fora Temer"

Um dos blocos mais tradicionais do Carnaval de Pernambuco, o Eu Acho É Pouco, vai fazer uma alusão política nas camisas dos foliões no Carnaval 2017;  ao lado do tradicional dragão, símbolo do bloco que desfila há 40 anos pelas ruas do Recife e Olinda, serão inseridas frases como "Fora Temer", Lutaremos pela democracia sempre", "Por uma mídia democrática sempre", entre outras. As camisas, que já estão sendo vendidas, estão sendo comercializadas por R$ 40,00; segundo os organizadores, as camisas "traduzem o estado de espírito de um bloco que sempre saiu em defesa da democracia"

Bloco Eu Acho É Pouco
Bloco Eu Acho É Pouco (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - Um dos blocos mais tradicionais do Carnaval de Pernambuco, o Eu Acho É Pouco, vai fazer uma alusão política nas camisas ds foliões em 2017. Ao lado do tradicional dragão, símbolo do bloco, serão inseridas frases como "Fora Temer", Lutaremos pela democracia sempre", "Por uma mídia democrática sempre", entre outras. As camisas, que já estão sendo vendidas, estão sendo comercializadas por R$ 40,00.

Segundo os organizadores, a atual situação política do Brasil não vai fazer o povo deixar de lutar e criar "novas formas de resistência" em 2017. O bloco destaca ainda que as frases nas camisas "traduzem o estado de espírito de um bloco que sempre saiu em defesa da democracia".

O Eu Acho É Pouco é conhecido por ser um bloco tradicional de esquerda, já tendo participado de atos do PT e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email