No fim, confronto em BH terá uma só etapa

Com as desistências de Délio Malheiros (PV) e Eros Biondini (PTB) de lançarem candidaturas próprias em favor de Márcio Lacerda (PSB) e da decisão do PMDB de se aliar ao PT, a corrida eleitoral deste ano deve terminar dia 07 de outubro

No fim, confronto em BH terá uma só etapa
No fim, confronto em BH terá uma só etapa (Foto: Edição/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 – Depois de incontáveis viradas de jogo, finalmente estão definidos os candidatos à prefeitura de Belo Horizonte. A formação do quadro indica que, muito provavelmente, a eleição será definida no primeiro turno.

De um lado, o prefeito e candidato à reeleição Márcio Lacerda (PSB), que ganhou aliados na última hora e respirou aliviado em um período que vinha sofrendo com as baixas. O apoio mais inesperado veio do PV. Não que o acerto com o Partido Verde fosse improvável, mas sim pela escolha de Délio Malheiros como vice. O deputado estadual foi crítico ferrenho da administração de Lacerda e se apresentava como pré-candidato de oposição. Malheiros alegou que os altos custos de campanha e o pouco tempo que teria na TV motivaram a retirada da candidatura e a formação de aliança com o prefeito. Outro que anunciou ser candidato e guinou na última hora para o barco do PSB foi o deputado federal Eros Biondini, do PDT.

Na outra ponta, Patrus Ananias, ex-prefeito de Belo Horizonte e ex-ministro do governo Lula. Depois de intensas negociações que envolveram os caciques nacionais do PT e do PMDB, a aliança finalmente foi acertada, com a escolha do ex-presidente da Eletrobrás, Aloísio Vasconcelos (PMDB) como candidato à vice. Com a decisão, terminou o sonho do deputado federal Leonardo Quintão (PMDB) de ser prefeito da capital mineira. Quintão chegou a ser o escolhido para formar dupla com Patrus, mas não aceitou.

O PSTU e o PCO também lançaram candidatos, Vanessa Portugal e Pedro Paulo Pinheiro, o Pepê, respectivamente. Mas suas candidaturas servem mais para divulgação da ideologia dos partidos, a votação que ambos tiveram na eleição de 2008 já indica que a candidatura dos dois não interferir nos rumos do processo deste ano. A campanha ficará polarizada mesmo no embate entre Lacerda e Patrus. E o páreo promete ser muito duro.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247