CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Noblat: alvo do PIG agora é Joaquim Barbosa

Mas o PIG, para ele, não é a imprensa golpista, mas sim o partido da imprensa governista. E diz que essa organização é mais uma das heranças malditas deixada pelo ex-presidente Lula à sucessora Dilma Rousseff; na crítica do colunista do Globo, sobrou até para o jornalista Luís Nassif

Noblat: alvo do PIG agora é Joaquim Barbosa (Foto: Divulgação_STF/Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O jornalista Ricardo Noblat, expoente do PIG (Partido da Imprensa Golpista), segundo seus adversários, reconheceu a existência da organização. Mas a definiu como Partido da Imprensa Governista – o que seria mais um aspecto da “herança pesada” deixada pelo ex-presidente Lula à sucessora Dilma Rousseff.

Segundo Noblat, o PIG – tal qual ele define – tem um alvo claro e definido, que seria o ministro Joaquim Barbosa, por estar sendo independente e duro demais com os réus da Ação Penal 470, embora tenha sido indicado para o cargo para o ex-presidente Noblat.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O colunista do Globo define Barbosa como um anjo vingador. “Um anjo preto, zangado, irritadiço e sempre à beira de um ataque de nervos”. Diz ele, ainda, que o PIG não expõe as razões de sua revolta contra Joaquim. “Correria o risco de perder seus poucos leitores tamanho é o prestígio de Joaquim nas redes sociais”.

Noblat também deu uma indireta contra o jornalista Luís Nassif. “Não ria: membro mais afoito e mais bem remunerado do PIG comparou Joaquim com Inquisidores da Idade Média que torturaram e mataram. Seria o nosso Torquemada!”

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O colunista do Globo lembra ainda que “Joaquim Torquemada e sua equipe de torturadores já concluíram de que de farsa o mensalão nada teve assim como não teve nada de engraçado”. Com o julgamento, diz ele, não cessará a corrupção, mas a impunidade levará uma bordoada.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO