'Nós, que ficamos aqui, temos a tarefa de lutar pela liberdade, lutar por justiça'

Lula vai com o nosso amor, com a nossa solidariedade, com a nossa emoção. E nós, que ficamos aqui, temos a tarefa de lutar pela sua liberdade, lutar por justiça, lutar pela dignidade do povo brasileiro. Lutar pela democracia no Brasil", afirmou a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG); "É preciso saber que Lula cumprindo a decisão judicial preserva a sua honra. A honra que, como lhe ensinou sua mãe, é a riqueza que tem mesmo os que não possuem nada", completou

Margarida Salomão
Margarida Salomão (Foto: Paulo Emílio)

Minas 247 - "Lula vai com o nosso amor, com a nossa solidariedade, com a nossa emoção. E nós, que ficamos aqui, temos a tarefa de lutar pela sua liberdade, lutar por justiça, lutar pela dignidade do povo brasileiro. Lutar pela democracia no Brasil". Essas foram as primeiras palavras da deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) após a saída de Lula do Sindicato dos metalúrgicos em São Bernardo rumo a Congonhas, onde já o esperavam um número muito grande de militantes que irão acompanhar a apresentação de Luiz Inácio Lula da Silva à justiça.

Margarida reforçou que mesmo em um momento tão triste para a democracia brasileira, o maior presidente da história do Brasil mantém sua altivez. "É preciso saber que Lula cumprindo a decisão judicial preserva a sua honra. A honra que, como lhe ensinou sua mãe, é a riqueza que tem mesmo os que não possuem nada", finalizou.

A deputada esteve desde sexta-feira (6) em São Bernardo do Campo, onde conversou com o presidente Lula, e acompanhou a comoção de milhares de pessoas que formaram um cordão humano ao redor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, para impedir o ex-presidente de se apresentar à Polícia Federal, após o pedido de prisão decretado pelo juiz Sérgio Moro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247