“Nossa tarefa é lutar por justiça e pela dignidade do povo brasileiro”

Diante da iminente prisão do ex-presidente Lul, a deputada federa Margarida Salomão (PT-MG) foi mais afirmou que ele "vai com o nosso amor, com a nossa solidariedade, com a nossa emoção. E nós, que ficamos aqui, temos a tarefa de lutar pela sua liberdade, lutar por justiça, lutar pela dignidade do povo brasileiro. Lutar pela democracia no Brasil"; "É preciso saber que Lula cumprindo a decisão judicial preserva a sua honra. A honra que, como lhe ensinou sua mãe, é a riqueza que tem mesmo os que não possuem nada", disse

Diante da iminente prisão do ex-presidente Lul, a deputada federa Margarida Salomão (PT-MG) foi mais afirmou que ele "vai com o nosso amor, com a nossa solidariedade, com a nossa emoção. E nós, que ficamos aqui, temos a tarefa de lutar pela sua liberdade, lutar por justiça, lutar pela dignidade do povo brasileiro. Lutar pela democracia no Brasil"; "É preciso saber que Lula cumprindo a decisão judicial preserva a sua honra. A honra que, como lhe ensinou sua mãe, é a riqueza que tem mesmo os que não possuem nada", disse
Diante da iminente prisão do ex-presidente Lul, a deputada federa Margarida Salomão (PT-MG) foi mais afirmou que ele "vai com o nosso amor, com a nossa solidariedade, com a nossa emoção. E nós, que ficamos aqui, temos a tarefa de lutar pela sua liberdade, lutar por justiça, lutar pela dignidade do povo brasileiro. Lutar pela democracia no Brasil"; "É preciso saber que Lula cumprindo a decisão judicial preserva a sua honra. A honra que, como lhe ensinou sua mãe, é a riqueza que tem mesmo os que não possuem nada", disse (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Diante da iminente prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a deputada federa Margarida Salomão (PT-MG) foi mais afirmou que ele "vai com o nosso amor, com a nossa solidariedade, com a nossa emoção. E nós, que ficamos aqui, temos a tarefa de lutar pela sua liberdade, lutar por justiça, lutar pela dignidade do povo brasileiro. Lutar pela democracia no Brasil".

De acordo com a parlamentar, mesmo em um momento tão triste para a democracia brasileira, o maior presidente da história do Brasil mantém sua altivez. "É preciso saber que Lula cumprindo a decisão judicial preserva a sua honra. A honra que, como lhe ensinou sua mãe, é a riqueza que tem mesmo os que não possuem nada", disse.

A deputada esteve desde sexta-feira (6) em São Bernardo do Campo, onde conversou com o presidente Lula, e acompanhou a comoção de milhares de pessoas que formaram um cordão humano ao redor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, para impedir o ex-presidente de se apresentar à Polícia Federal, após o pedido de prisão decretado pelo juiz Sérgio Moro.

Após o Supremo Tribunal Federal negar Habeas Corpus ao ex-presidente na quarta-feira (4), Sergio Moro emitiu ordem de prisão contra Lula na quinta (5), dando um prazo de até às 17h da sexta para ele se apresentar à PF.

Neste sábado (7), Lula fez um discurso histórico no município paulista. "Não adianta eles acharem que vão fazer com que eu pare, eu não pararei porque eu não sou um ser humano, sou uma ideia", afirmou (leia a íntegra do discurso aqui).

O Ministério Público Federal denunciou Lula, em setembro de 2016, alegando que ele recebeu R$ 3,7 milhões em benefício próprio da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012, através de um triplex no Guarujá (SP). Mas o procurador Henrique Pozzobon admitiu não existir "prova cabal" de que o petista é "proprietário no papel" do triplex.

Outro detalhe é que, em janeiro deste ano, antes do julgamento do ex-presidente no Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF4), sediado em Porto Alegre, a Justiça do Distrito Federal determinou a penhora dos bens da OAS e um dos ativos penhorados foi o apartamento que a Operação Lava Jato atribuiu ser de Lula.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247