CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

"Nosso mundo não gira em torno de Eduardo Campos"

Deputada estadual e presidente do PT em Pernambuco, Teresa Leitão, disse que a vinda da presidente Dilma Rousseff a Pernambuco, na próxima semana, não tem relação com o lançamento da candidatura presidencial de Eduardo Campos (PSB), em Brasília; “O nosso mundo não gira em torno de Eduardo Campos. A agenda do governo federal não está vinculada com a agenda de Eduardo Campos, foi coincidência o encontro das duas pautas”, afirmou; Dilma estará no lançamento do petroleiro Dragão do Mar, construído em Suape, enquanto Campos lança oficialmente sua candidatura em Brasília

Imagem Thumbnail
Deputada estadual e presidente do PT em Pernambuco, Teresa Leitão, disse que a vinda da presidente Dilma Rousseff a Pernambuco, na próxima semana, não tem relação com o lançamento da candidatura presidencial de Eduardo Campos (PSB), em Brasília; “O nosso mundo não gira em torno de Eduardo Campos. A agenda do governo federal não está vinculada com a agenda de Eduardo Campos, foi coincidência o encontro das duas pautas”, afirmou; Dilma estará no lançamento do petroleiro Dragão do Mar, construído em Suape, enquanto Campos lança oficialmente sua candidatura em Brasília (Foto: Paulo Emílio)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Pernambuco 247 - A deputada estadual e presidente do PT em Pernambuco, Teresa Leitão, afirmou que a vinda da presidente Dilma Rousseff (PT) à Pernambuco, na próxima semana, não tem relação com o lançamento da candidatura presidencial do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), em Brasília. De acordo com a petista, diferentemente de Campos, a política de Dilma é focada na gestão. Campos e Dilma vão se enfrentar em outubro, nas eleições presidenciais.

“O nosso mundo não gira em torno de Eduardo Campos. A agenda do Governo Federal não está vinculada com a agenda de Eduardo Campos, foi coincidência o encontro das duas pautas”, afirmou a petista, nesta quinta-feira (10), para a Rádio Folha. “O PT não teve interesse em marcar a vinda de Dilma a Pernambuco para ofuscar o evento político de Eduardo. As duas pautas são boas, sendo que uma é institucional e a outra política. Garanto que não teve nenhum interesse político”, declarou Teresa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

De acordo com a petista, as tensões entre as administrações têm atrapalhado as relações entre o Estado e a União. “Os últimos meses foram muito tensionados na relação entre o Governo Federal, nas relações eleitorais e institucionais. Essa tensão, muitas vezes, atrapalhou a relação entre Estado e Governo”, relatou Teresa.

A presidente Dilma vem a Pernambuco na próxima segunda-feira (14), para acompanhar o lançamento do navio Dragão do Mar, construído no Estaleiro Atlântico-Sul, no Complexo Industrial e Portuário de Suape, Região Metropolitana do Recife. Ao mesmo tempo, Campos estará em Brasília, acompanhado da ex-ministra Marina Silva (PSB), para o  lançamento oficial da chapa do PSB à Presidência da República.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO