Novas estações do metrô facilitam mobilidade dos estudantes

O trajeto até a escola ficou mais rápido e prático para os estudantes que frequentam escolas localizadas na região da Avenida Paralela; com o funcionamento das novas estações de Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu, que integram a Linha 2 do Metrô e Salvador, os alunos do Colégio Estadual Bolívar Santana, no Centro Administrativo, por exemplo, chegam à unidade escolar em poucos minutos, com mais conforto e segurança

O trajeto até a escola ficou mais rápido e prático para os estudantes que frequentam escolas localizadas na região da Avenida Paralela; com o funcionamento das novas estações de Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu, que integram a Linha 2 do Metrô e Salvador, os alunos do Colégio Estadual Bolívar Santana, no Centro Administrativo, por exemplo, chegam à unidade escolar em poucos minutos, com mais conforto e segurança
O trajeto até a escola ficou mais rápido e prático para os estudantes que frequentam escolas localizadas na região da Avenida Paralela; com o funcionamento das novas estações de Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu, que integram a Linha 2 do Metrô e Salvador, os alunos do Colégio Estadual Bolívar Santana, no Centro Administrativo, por exemplo, chegam à unidade escolar em poucos minutos, com mais conforto e segurança (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O trajeto até a escola ficou mais rápido e prático para os estudantes que frequentam escolas localizadas na região da Avenida Paralela. Com o funcionamento das novas estações de Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu, que integram a Linha 2 do Metrô e Salvador, os alunos do Colégio Estadual Bolívar Santana, localizado no Centro Administrativo da Bahia, por exemplo, chegam à unidade escolar em poucos minutos, com mais conforto e segurança.

Sem passar por transtornos como engarrafamento, falta de assentos e calor, a estudante Victória de Fátima Lima, 19, do 3° ano, chega ao colégio bem antes do primeiro horário de aulas.

"Às vezes, fico na casa de minha madrinha, no bairro de Brotas, e chego em menos de 20 minutos na escola. Pego o metrô na Estação Brotas até o Acesso Norte e, de lá, sigo para a Estação CAB, atravesso a passarela e já estou dentro do colégio. Isso é muito bom porque não chego mais atrasada e venho tranquila, no ar condicionado".

Ueslei de Jesus Rodrigues, 17, 1º ano, que mora em Sussuarana, utiliza diariamente o metrô após as aulas no colégio para ir ao seu trabalho, em Brotas. "Antes, eu demorava quase uma hora para chegar e, agora, chego em 10 minutos. Gostei muito porque dá tempo de descansar e não saio mais abafado do colégio para pegar ônibus". Ele trabalha como artesão em um ateliê.

Para a sua colega Tâmara Costa Santos, 16, recarregar o cartão de passagem do Salvador Card também ficou mais fácil. "Após as aulas, vou da Estação CAB direto para a Estação Lapa para colocar crédito no meu cartão. De lá, parto de metrô para a Estação Pirajá, desço e, utilizando a integração, pego um ônibus direto para casa, em Sussuarana".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247