Novos parques eólicos somam R$ 3,27 bilhões no RS

Leilão realizado garantiu para o Rio Grande do Sul investimentos da ordem de R$ 3,27 bilhões em Energia Eólica; a Eletrosul arrematou o principal lote do leilão de transmissão 004/2014 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), realizado na sede da BM&FBovespa, em São Paulo; os empreendimentos do lote A compreendem 2,1 mil km de linhas de transmissão, oito subestações e ampliação de 13 unidades existentes

Leilão realizado garantiu para o Rio Grande do Sul investimentos da ordem de R$ 3,27 bilhões em Energia Eólica; a Eletrosul arrematou o principal lote do leilão de transmissão 004/2014 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), realizado na sede da BM&FBovespa, em São Paulo; os empreendimentos do lote A compreendem 2,1 mil km de linhas de transmissão, oito subestações e ampliação de 13 unidades existentes
Leilão realizado garantiu para o Rio Grande do Sul investimentos da ordem de R$ 3,27 bilhões em Energia Eólica; a Eletrosul arrematou o principal lote do leilão de transmissão 004/2014 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), realizado na sede da BM&FBovespa, em São Paulo; os empreendimentos do lote A compreendem 2,1 mil km de linhas de transmissão, oito subestações e ampliação de 13 unidades existentes (Foto: Leonardo Lucena)

Governo do Rio Grande do Sul - Leilão realizado na terça-feira (18) garantiu para o Rio Grande do Sul investimentos da ordem de R$ 3,27 bilhões em Energia Eólica. A Eletrosul arrematou o principal lote do leilão de transmissão 004/2014 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), realizado na sede da BM&FBovespa, em São Paulo. Os empreendimentos do lote A compreendem 2,1 mil quilômetros de linhas de transmissão, oito subestações e ampliação de 13 unidades existentes, com investimento total de R$ 3,27 bilhões.

Somando-se resultados positivos obtidos também no Mato Grosso do Sul, a expectativa é de geração de 11 mil empregos diretos. O novo sistema de transmissão irá viabilizar o escoamento de energia de futuros parques eólicos no Rio Grande do Sul, onde a Eletrosul é a maior investidora com a implantação dos complexos Cerro Chato e Campos Neutrais. Além disso, os empreendimentos do sublote A2 também vão estabelecer um novo ponto de atendimento do Norte do Estado e aumentar a confiabilidade no fornecimento de energia na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Os empreendimentos arrematados no lote A totalizam 17 linhas de transmissão em 230 kV e 525 kV de tensão, e capacidade de transformação de 4.781 MVA. O prazo para conclusão das obras é de 36 meses, a partir da assinatura dos contratos de concessão. "Com a implementação desses empreendimentos, mais de 11 mil empregos diretos serão gerados no Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, contribuindo de forma efetiva para incrementar o potencial econômico dessas regiões e para o desenvolvimento do País", afirma o presidente da Eletrosul, Eurides Mescolotto.

Sistema de Transmissão

Os novos empreendimentos arrematados no leilão representam expansão de aproximadamente 20,8% no atual sistema de transmissão da Eletrosul, que possui 11,6 mil quilômetros e capacidade de transformação de 25,9 mil MVA. Somando os empreendimentos próprios e em parceria, até 2018, a Eletrosul atingirá cerca de 18 mil quilômetros e capacidade de transformação de aproximadamente 35 mil MVA.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247