Nubank anuncia R$ 20 milhões para combate ao racismo após declaração de cofundadora

Em outubro, durante entrevista no Roda Viva, Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, afirmou ter dificuldades de contratar negros e que não pode "nivelar por baixo"

Cristina Junqueira
Cristina Junqueira (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal Forum - Após a cofundadora Cristina Junqueira afirmou que tem dificuldades de encontrar candidatos negros adequados para a exigência da empresa, o Nubank anunciou nesta quinta-feira (12) o investimento de R$ 20 milhões e uma série de iniciativas de combate ao racismo estrutural.

Dentre as iniciativas previstas está a criação de um centro de engenharia, design e experiência de cliente em Salvador, o “NuLab”, e a criação de um fundo de capital somente para investir em startups brasileiras fundadas ou lideradas por pessoas negras.

O baanco firmou ainda uma parceria com o Instituto Identidades do Brasil (ID_BR), responsável por iniciativas como a campanha Sim à Igualdade Racial, e iniciou uma revisão das práticas de seleção e contratação de funcionários, “de modo a eliminar vieses e barreiras que contribuam para a sub-representação de negros e negras”.


 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247