O avatar de Iniesta

Estrela do Barcelona vira personagem de videogame. Aplicativo est disponvel para iPad, iPhone e Android

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com informações do jornal La Vanguardia – Depois de virar estátua no Museu de Cera de Madri, ao lado de David Villa e outras celebridades esportivas espanholas, Andrés Iniesta ganha seu avatar em videogame. Disponível para as plataformas Android, iPhone e iPad, o primeiro jogo eletrônico dedicado à estrela do Barcelona e da Seleção Espanhola campeã do mundo foi anunciado pelo meia no Twitter e no Facebook.

No game, batizado de Iniesta Goalbreaker, o jogador tem que mover Iniesta e impedir que os adversários marquem gols. “Você pode jogar com a camisa da Seleção Espanhola ou do Barcelona. Há vinte níveis por camisa, sendo quarenta no total”, explicou o meia em sua página do Facebook.

O aplicativo custa cerca de 0,79 euros e pode ser baixado nos sites da Apple Store e Android Market. No Facebook, Iniesta não perdeu tempo e já fez sua jogada de marketing: “A cada mês o jogador com maior pontuação receberá uma camisa do FC Barcelona autografada por mim”, prometeu o autor do gol que deu, no ano passado, o primeiro título mundial à Espanha.

O homem da capa

No ano passado, a Eletronic Arts divulgou que Iniesta, herói do título da Espanha na África do Sul, estaria na capa do jogo Fifa 2011. Mas, parece que a Federação desistiu e substituiu a estrela principal do novo game por Kaká. O brasileiro, atacante do Real Madrid, foi escolhido para estar na capa da versão mundial do jogo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email