O Plano de Governo de Marconi: o que mudou?

Eleito dizendo que faria "o melhor governo da vida dos goianos", Marconi Perillo agora ouve: valeu a pena?

Goiás 247 - Passados um ano e cinco meses, e muitos banhos de cachoeira depois, fica a pergunta para o eleitor que escolheu Marconi Perillo como governador: valeu a pena?

As dúvidas estão no ar. Qual é a extensão da influência do grupo do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, no governo de Marconi Perillo? Segundo o líder do PT na Assembléia Legislativa, Luis Cesar Bueno, “o governo de Goiás foi loteado por Marconi entre aqueles que pagaram a sua campanha”.

As gravações no inquérito 340 feitas pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo, que se encontram no STF (Supremo Tribunal Federal) trouxeram conversas que demonstram intimidade entre o mandante goiano e o bicheiro anapolino:

Carlos Cachoeira: oi.

Pessoa não identificada: Carlos?

Carlos Cachoeira: é.

Pessoa não identificada: um momento. por favor, que o governador Marconi vai falar.

Marconi Perillo: liderança .

Carlos Cachoeira: fala amigo, tudo bem?

Marconi Perillo: rapaz, faz festa e não chama os amigos?

Carlos Cachoeira: o que é que isso.

Marconi Perillo: parabéns.

Carlos Cachoeira: tudo bem? Obrigado pela lembrança, viu, governador.

Marconi Perillo: … que Deus continue te abençoando aí, te dando saúde, sorte.

Carlos Cachoeira: amém, muito obrigado, viu?

Marconi Perillo: um grande abraço pra você, viu?

Carlos Cachoeira: obrigado. aí, viu?

Marconi Perillo: eu vou falar com o Edvaldo pra gente marcar uma conversa, tá?

Carlos Cachoeira: exatamente. Tô esperando, viu?

Marconi Perillo: já tá marcado. quinta-feira, não tem?

Carlos Cachoeira: é, quinta-feira. O senador me ligou, tá? Obrigado pela lernbrança.

Marconi Perillo: tá bom. Um abraço, tchau.

À medida em que os cidadãos goianos tomaram conhecimento dos laços estreitos entre o esquema de Cachoeira com o senador Demóstenes Torres (ex-DEM) e com o governador Marconi Perillo (PSDB), tiveram início manifestações nas redes sociais, como as hastags #ForaMarconi, no Facebook e movimentos de rua, que reuniram mais de 20 mil pessoas em três edições nos meses de abril e maio. A pesquisa Serpes feita com 603 eleitores Goiânia e publicada pelo jornal O Popular no dia 8 último, trouxe aumento no índice de rejeição do governador Marconi Perillo de 25,8% para 48,9% ou seja, quase 50% dos goianenses consideram o governo tucano ruim(14,4%) ou péssimo (34,5%).

Soma-se a este desgate o não cumprimento das promessas de campanha. O corte em benefícios de servidores públicos (notadamente os professores), a inefiência da gestão, sobretudo com a deterioração das rodovias estaduais, a falta de investimento em serviços básicos, como a Saúde, o aumento da insegurança, com avanço do número de roubos a carros, casas e homicícios, contribuem para deteriorar a imagem do governo e do governador.

Para que cada um tire suas próprias conclusões, este blog publica o Plano de Governo da Coligação Goiás Quer Mais formada por PSDB, DEM, PTB, PT do B, PRB, PSL, PMN, PPS, que ajudou a eleger Marconi Perillo ao governo de Goiás pela terceira vez nas eleições de 2010.

O documento é uma oportunidade para analisar o que foi feito até então, e cobrar o que foi prometido por quem prometeu realizar “o melhor governo da vida dos goianos”.

Clique aqui para ler o plano de governo de Marconi Perillo na íntegra.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247