'O político não pode se esconder atrás do voto'

Autor do projeto que instituiu o voto aberto na Câmara Municipal de Salvador, o presidente da Casa, vereador Paulo Câmara, destaca "o impacto positivo" da sessão aberta de quarta-feira (25) no Senado, que analisou a manutenção da prisão do senador Delcídio Amaral; "Uma sessão histórica no País, que demonstra um avanço democrático das instituições políticas. Temos o grande exemplo da Câmara de Salvador, que adota o voto aberto desde agosto de 2013", diz Paulo Câmara

Autor do projeto que instituiu o voto aberto na Câmara Municipal de Salvador, o presidente da Casa, vereador Paulo Câmara, destaca "o impacto positivo" da sessão aberta de quarta-feira (25) no Senado, que analisou a manutenção da prisão do senador Delcídio Amaral; "Uma sessão histórica no País, que demonstra um avanço democrático das instituições políticas. Temos o grande exemplo da Câmara de Salvador, que adota o voto aberto desde agosto de 2013", diz Paulo Câmara
Autor do projeto que instituiu o voto aberto na Câmara Municipal de Salvador, o presidente da Casa, vereador Paulo Câmara, destaca "o impacto positivo" da sessão aberta de quarta-feira (25) no Senado, que analisou a manutenção da prisão do senador Delcídio Amaral; "Uma sessão histórica no País, que demonstra um avanço democrático das instituições políticas. Temos o grande exemplo da Câmara de Salvador, que adota o voto aberto desde agosto de 2013", diz Paulo Câmara (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Autor do projeto que instituiu o voto aberto na Câmara Municipal de Salvador, o presidente da Casa, vereador Paulo Câmara (PSDB), destaca "o impacto positivo" da sessão aberta de quarta-feira (25) no Senado, que analisou a manutenção da prisão do senador Delcídio Amaral (PT-MS).

"Uma sessão histórica no País, que demonstra um avanço democrático das instituições políticas. Temos o grande exemplo da Câmara de Salvador, que adota o voto aberto desde agosto de 2013", disse o tucano.

Paulo Câmara ressaltou ainda "o momento no qual vive o País, que clama por mais ética e transparência".

"Temos que atender aos anseios populares. É direito do cidadão saber como nós parlamentares nos comportamos. Transparência é obrigação na política e na vida pública, o político não pode se esconder atrás do voto".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247