"O presidente Lula merece, do Brasil, respeito”

O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, saiu em defesa do ex-presidente Lula, que vem sendo pressionado pela oposição e pela imprensa após a divulgação dos resultados da Operação Porto Seguro, da Polícia Federal. "Vamos compreender o papel de Lula como o do ex-presidente FHC na história, de líderes que têm imperfeições, mas que legaram ao Brasil algo que é importante para a vida brasileira", disse

www.brasil247.com - "O presidente Lula merece, do Brasil, respeito”
"O presidente Lula merece, do Brasil, respeito” (Foto: Adriana Spaca)


Paulo Emílio_PE247 - O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, saiu em defesa do ex-presidente Lula, que vem sendo pressionado pela oposição e pela imprensa após a divulgação dos resultados da Operação Porto Seguro, da Polícia Federal. Para Campos, “o presidente Lula merece, do Brasil, respeito”.

A declaração foi dada no início da noite desta segunda-feira (3), quando o governador participava do seminário "Novos ventos na política brasileira", promovido pelo jornal Valor Econômico. Questionado se o ex-presidente lula deveria prestar explicações sobre as suspeitas de corrupção e tráfico de influência que surgiram na esteira da operação da Polícia Federal e que envolvem a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Nóvoa Noronha, que foi alçada ao posto quando o petista exercia a Presidência, Eduardo comparou a situação vivida por Lula a situações pelas quais teria passado o também ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

 "Vamos compreender o papel de Lula como o do ex-presidente FHC (Fernando Henrique Cardoso) na história, de líderes que têm imperfeições, que cometeram erros, todos os dois, mas que legaram ao Brasil, cada um a seu tempo, algo que é importante para a vida brasileira até hoje (a democracia). O presidente Lula merece, do Brasil, respeito”, declarou.

O governador observou que mesmo possuindo algumas divergências  com o petista, é necessária a compreensão que ele teve na reconstrução do País Apesar disto, o socialista cobrou a apuração das denúncias e a punição dos servidores públicos que fizeram tráfico de influência. "É preciso que se apure tudo e os responsáveis sejam punidos com o rigor da lei. O Brasil tem mudado, não se aceita mais que uma carga tributária de quase 36% possa ser administrada por práticas patrimonialistas, que não é mais admitido”, disse. Como exemplo desta mudança, Eduardo teria citado a independência da Polícia Federal.

O presidente do PSB ressaltou, ainda, algumas ações promovidas por Lula que teriam mudado situações que, de outra forma, seriam varridas para debaixo do tapete. "Ele, como um líder popular, viveu momentos difíceis na história, na ocasião em que faltava democracia ao País. Depois, chegou à Presidência da República e teve o equilíbrio de garantir um rumo seguro para a economia brasileira, ganhou prestígio, inclusive no exterior. Além disso, legou independência à Polícia Federal, como se vê até hoje, nomeou 8 ministros para o Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiram com isenção sobre um episódio que, no passado, jamais seria objeto de julgamento no Supremo. E estamos vendo um Ministério Público que não engaveta mais e que denuncia. Este é o legado que eu vejo do presidente Lula”, declarou Eduardo à Agência Estado.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247