O que fazer com a restituição?

Saiba como utilizar melhor os recursos da devolução do IR

Saiba como utilizar melhor os recursos da devolução do IR
Saiba como utilizar melhor os recursos da devolução do IR (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do Infomoney – A Receita Federal liberou na última semana o pagamento do terceiro lote de restituições do IR 2013, beneficiando, sem contar os lotes residuais, mais de 1 milhão de contribuintes.

Com dinheiro na mão, muita gente corre para satisfazer pequenos desejos de consumo, como aproveitar as últimas liquidações de inverno ou trocar algum aparelho eletrônico por um modelo mais novo. Contudo, na opinião do presidente da Dsop Educação Financeira, Reinaldo Domingos, é importante ficar atento para não desperdiçar a chance de ajustar a vida financeira.

"A primeira preocupação das pessoas devem ser com as dívidas, quem estiver com financiamentos ou dívidas no cheque especial ou no cartão de crédito deve estabelecer uma estratégia para eliminar o problema. Essas dívidas devem ser as primeiras a serem combatidas, já que as taxas de juros são mais altas do que a lucratividade de qualquer aplicação segura", adverte.

Neste caso, lembra ele, é fundamental que o consumidor tente renegociar os débitos, buscando reduzir ao máximo os juros e as multas.

Curto, médio e longo prazos
Para quem não tem dívidas, o conselho é diferente. O ideal, na opinião de Domingos, é investir o dinheiro, observando a realização de objetivos de curto, médio e longo prazos.

Os primeiros, diz ele, são aqueles sonhos que se pretende realizar em até um ano. Para esses, aconselha Domingos, é interessante aplicar em caderneta de poupança, visto que , quando necessitar, terá a disponibilidade de retirar sem pagar taxas, imposto de renda ou perder rendimentos.

Já os objetivos de médio prazo são aqueles a serem conquistados de um a dez anos. Para esses, explica, são interessantes linhas que teriam prazos pré-estabelecidos no período do sonho a ser realizado, como tesouro direto, CDB, fundos de investimentos, título do tesouro e ouro. Aqui, alerta Domingos, o melhor é pesquisar em pelo menos três instituições financeiras de grande porte.

Por fim, os sonhos de longo prazo são caracterizados pelo fato de a maioria das pessoas pensar que não irá realizá-los, por representar algo muito distante. Estes objetivos levam mais de dez anos para serem atingidos, o que faz com que muitos desistam pelo caminho. Para estes sonhos, o educador recomenda o investimento no tesouro direto, previdência privada e ações. Lembrando que, para este último, o aconselhável é investir no máximo 20% do dinheiro, visto que os ganhos dependem de diversas variáveis, entre eles, o momento econômico e o desempenho da empresa na qual investe.

Terceiro lote beneficia 1 milhão
Valor das restituições foi corrigido em 2,93%

Daniel Lima e Mariana Branco
Repórteres da Agência Brasil

Brasília - A Receita Federal liberou no dia 15 no banco o dinheiro das restituições do Imposto de Renda Pessoa Física do terceiro lote. São 1,099 milhão de contribuintes com direito à restituição. O valor está acrescido de 2,93%. No lote, foram liberadas também declarações de anos anteriores que estavam retidas na malha fina desde 2008.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS, que facilitam a consulta.

A restituição do IR fica disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-lo na página da Receita na internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC).

A Receita lembra que caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os números 4004-0001, nas capitais, e 0800-729-0001, nas demais localidades, para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email