"O Recife não está preparado para chuvas"

Prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), admitiu que a Capital ainda não está pronta para enfrentar chuvas como a que assolou a cidade nesta terça-feira (22), onde foram registrados 81 milímetros em três horas, o maior índice em 10 anos; “O que deveria chover durante 12 dias em abril, choveu em três horas. Nenhuma cidade do mundo está preparada para isso, muito menos o Recife”, afirmou o gestor

Prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), admitiu que a Capital ainda não está pronta para enfrentar chuvas como a que assolou a cidade nesta terça-feira (22), onde foram registrados 81 milímetros em três horas, o maior índice em 10 anos; “O que deveria chover durante 12 dias em abril, choveu em três horas. Nenhuma cidade do mundo está preparada para isso, muito menos o Recife”, afirmou o gestor
Prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), admitiu que a Capital ainda não está pronta para enfrentar chuvas como a que assolou a cidade nesta terça-feira (22), onde foram registrados 81 milímetros em três horas, o maior índice em 10 anos; “O que deveria chover durante 12 dias em abril, choveu em três horas. Nenhuma cidade do mundo está preparada para isso, muito menos o Recife”, afirmou o gestor (Foto: Mariana Almeida)

Pernambuco 247 - O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), admitiu que a Capital pernambucana ainda não está pronta para enfrentar chuvas como a que assolou a cidade nesta terça-feira (22), quando foram registrados 81 milímetros em três horas, o maior índice em 10 anos. De acordo com o gestor, apesar das ações de prevenção realizadas pela Prefeitura, o Recife não é uma cidade preparada para um volume anormal de precipitações.

“O que deveria chover durante 12 dias em abril, choveu em três horas. Nenhuma cidade do mundo está preparada para isso, muito menos o Recife”, afirmou o prefeito, durante a inauguração da nova etapa do Shopping Tacaruna, na Região Metropolitana do Recife (RMR), nesta quarta-feira (23). O gestor, entretanto, ressaltou o trabalho realizado pela Operação Inverno, que realiza ações para proteger as “zonas de risco” da cidade durante o período de chuvas. “Em outras cidades da RMR, a gente teve casos de deslizamentos”, lembrou o gestor.

Na manhã desta terça, foram registrados 123 milímetros de chuvas entre 4h e 8h da manhã. Durante as precipitações, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) e a Defesa Civil ficaram de prontidão e registraram 23 solicitações, mas nenhuma considerada grave. Dentre os maiores transtornos enfrentados pelo recifense, estiveram sinais quebrados, alagamentos e quedas de árvores.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247