"O tempo do PT passou"

A avaliação é do deputado federal e presidente do PSDB em Pernambuco, Sérgio Guerra; segundo ele, a queda de 54,2% para 31,3% na popularidade do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), conforme a última pesquisa CNT/MDA, aponta que a presidente Dilma não tem tempo de recuperação e nem capacidade para atender às demandas do país; de acordo com o deputado, a pesquisa demonstra que o Partido dos Trabalhadores não deve mais continuar à frente da Presidência da República

"O tempo do PT passou"
"O tempo do PT passou"

PE247 – A avaliação é do deputado federal e presidente do PSDB em Pernambuco, Sérgio Guerra. Após a divulgação da pesquisa feita pelo Instituto MDA e encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), segundo a qual a popularidade governo da presidente Dilma Rousseff (PT) apresenta uma queda de 54,2% para 31,3%, o parlamentar, que também ex-presidente nacional da legenda tucana, disse que a presidente Dilma não tem tempo de recuperação e nem capacidade para atender às demandas do país. De acordo com o deputado, a pesquisa aponta que o Partido dos Trabalhadores não deve mais continuar à frente da Presidência da República.

O deputado acredita que a chefe do Executivo federal não conseguirá melhorar a imagem do seu governo. “Acho que não. Basta olha para o Recife. O PT governou o Recife por muitos anos. O Recife virou essa confusão que está aí. Multiplica isso por dez, por vinte, e você tem o Brasil”, declarou, nesta quarta-feira (17), em entrevista à Rádio Folha.

Seguindo o raciocínio do pré-candidato a presidente pelo PSDB, senador Aécio Neves (MG), Guerra também defendeu a redução no número de ministérios de 39 para 22. Segundo ele, a presidente Dilma está com “quarenta ministérios, com todo um quadro de desperdício que caracteriza o governo do PT”.

Para Guerra, a sociedade não deposita mais esperanças no PT. “Acho que o tempo do PT passou. Ele pode ter 30%, 20%, 35% mas ele passou. Não tem mais a esperança do povo que em determinado momento ele teve. O povo espera outra coisa, outros candidatos e outros partidos”, disse.

Conforme a pesquisa, realizada com 2.002 pessoas em 134 municípios de 20 estados nas cinco regiões do país, entre os dias 7 e 10 de julho deste ano, a presidente Dilma lidera as intenções de voto, com 33,4% do eleitorado, seguida da ex-ministra de Meio Ambiente Marina Silva (20,7%), da Rede Sustentabilidade. Na terceira posição está o senador Aécio Neves, com 15,2%, e, em quarto lugar, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), assegurando 7,4% dos votos. Mesmo diante de um governo, cuja popularidade está em queda, o levantamento apontou que a petista venceria no segundo turno contra qualquer um dos demais pré-candidatos. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247