CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

OAB contabiliza 11 moradores de rua mortos

De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Alagoas(OAB/AL), somente este ano 11 moradores de rua foram assassinados em Maceió e no interior; Comissão de Direitos Humanos considera que há um genocídio

De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Alagoas(OAB/AL), somente este ano 11 moradores de rua foram assassinados em Maceió e no interior; Comissão de Direitos Humanos considera que há um genocídio (Foto: Voney Malta)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Alagoas247 - O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL), Daniel Nunes, revelou que já foram assassinados 11 moradores de rua, somente este ano, em Maceió e no interior de Alagoas. O quantitativo é considerado grande, já que, em todo o ano passado, 12 moradores foram vítimas da violência no estado. 

Segundo Nunes, a capital e o interior do Estado vivem 'praticamente um genocídio' (assassinato de pessoas motivado por diferenças sociais, étnicas, nacionais, raciais, religiosas e políticas), tendo em vista a reduzida população de moradores, formada por cerca de 300 pessoas. 

“O número é pequeno se comparado à população geral, mas, quando pensamos somente no contingente de moradores de rua, é grande a quantidade. É como se fosse 5% desta população. Nem uma guerra é assim”, expôs o presidente da Comissão. 

Daniel Nunes explicou ainda que a OAB se debruça sobre os casos veiculados pela imprensa, organiza o relatório e o encaminha aos órgãos responsáveis pelas investigações, como as Polícias Civil (PC), Militar (PM) e Federal (PF), a fim de que tomem as devidas providências, visando à punição aos agressores. Questionado sobre o retorno de possíveis grupos de extermínio, Daniel salientou que seria “prematuro” confirmar a ação dos mesmmos no estado. 

De janeiro a junho deste ano, 11 moradores de rua foram mortos, sendo 10 deles em vários bairros de Maceió e um em Arapiraca. Em menos de 24 horas, dois foram assassinados na Serraria e no centro da capital. Em ambos os casos, as vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche da Barra, mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito. Já os autores dos crimes não foram identificados

Com gazetaweb.com

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO