CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Obras do aeroporto serão retomadas em maio

Assessor da Infraero se reúne com secretário de Infraestrutura e afirma que novo projeto está sendo finalizado; planejamento informa que obras devem começar na segunda quinzena de maio; Infraero diz que novo terminal deixará Santa Genoveva com a mesma capacidade de carga que a de Congonhas

Obras do aeroporto serão retomadas em maio (Foto: Infraero)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Goiás 247_O projeto do novo terminal de passageiros do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, já está em seus trâmites finais. Fruto de um entendimento entre a Infraero, o TCU e o consórcio executor da obra, a construção do novo terminal de passageiros vai equiparar a capacidade de carga do Santa Genoveva à do Aeroporto de Congonhas (SP), afirma o assessor parlamentar da Infraero, José Eduardo Bernart.

Ele se reuniu na sexta-feira (22) com o secretário de Estado de Infraestrutura, Danilo de Freitas, com representantes do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e da Saneago. O secretário explica que, como o projeto passou por várias adequações, é necessário que a Infraero apresente suas novas demandas aos órgãos e empresas do Estado, para que não haja nenhum entrave à retomada das obras.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Nós recebemos aqui hoje a diretoria da Infraero para que sejam oficializadas, por parte deles, as demandas relacionadas ao Estado, de modo que a obra comece, seja agilizada o máximo possível e não tenha interrupções”, afirma.

Segundo o cronograma apresentado pelo assessor, o novo projeto deve ser finalizado e aprovado pela Infraero até o dia 22 de março, sendo posteriormente encaminhado para análise por parte do Tribunal de Contas da União (TCU) – o que deve ocorrer até 30 de abril.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A formalização do aditivo para retomada das obras está prevista para a primeira quinzena de maio e, o início efetivo das obras, para a segunda quinzena, com duração estimada de 18 meses. Respeitando-se todos os prazos do cronograma, estima-se que Goiânia vai contar com o novo terminal de passageiros em dezembro de 2014.

No final do ano passado, o governador Marconi Perillo esteve em Brasília, com o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Raimundo Carrero, para tratar da tramitação dos projetos executivos referentes às obras do novo aeroporto de Goiânia, cuja elaboração está a cargo do Exército Brasileiro. A obra, que foi iniciada em 2005, estava paralisada desde 2007.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Capacidade

Segundo dados da Infraero, o Aeroporto Internacional Santa Genoveva movimenta hoje 3,08 milhão de passageiros por ano, sendo o 17º aeroporto mais movimentado do País. Com a construção do novo terminal de passageiros, este fluxo vai ultrapassar 5,1 millhão de passageiros/ano. Ao final da obra, a movimentação nos dois terminais, estimada pela Infraero, será de 8,6 milhões de passageiros por ano, tendo em vista que a atual área de embarque e desembarque será destinada à aviação comercial (fretes, taxiamentos etc).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Considerando o plano diretor aeroportuário da Infraero para o sítio de Goiânia, José Eduardo elucida que a construção do novo aeroporto deve suportar a demanda até o ano de 2030, quando deverá passar por nova revisão, que pode determinar nova ampliação de terminais e pátios. “Isso vislumbrando como vai ser a demanda daqui 15 ou 20 anos, coisa que a gente planeja, mas não tem como prever ou afirmar que vai ser deste ou daquele jeito. Mas a capacidade total do aeroporto em termos de carga e aviação geral – tudo o que funciona lá dentro – está prevista nesse plano diretor”.

Apesar dos custos da obra ainda não estarem totalmente delimitados – já que o projeto ainda não foi tecnicamente concluído – o assessor da Infraero calcula um investimento de cerca de R$ 300 milhões na construção do novo terminal de passageiros e de R$ 60 milhões nas obras de infraestrutura. Ele destaca que tudo o que foi feito até o momento da paralisação será aproveitado e, caso não seja possível, adaptado às demandas do novo projeto. “Já fizemos uma perícia técnica na qual foram indicados os pontos de concreto e terraplanagem que precisam ser refeitos. Já está tudo levantado e será incorporado nesta retomada”, finaliza.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO