Ônibus escolar pega fogo e criança morre carbonizada

Tragédia aconteceu no município de Aragarças, distante 410 km de Goiânia; 17 crianças estavam no veículo, que incendiou-se na parte dianteira e depois explodiu; estudantes foram salvos por pessoa que passava pela a rua; só após o fogo ser controlado é que o corpo carbonizado de uma criança de cinco anos foi descoberto; ônibus prestava serviço à prefeitura transportando crianças da zona rural à cidade; causa do incêndio ainda é desconhecida

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Redação_ Uma criança de cinco anos morreu carbonizada em um incêndio que atingiu um ônibus escolar. O acidente aconteceu por volta das 12h30 desta quarta-feira (14/8),  em Aragarças (GO), município que fica a 410 km de Goiânia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Barra do Garças (MT) que atendeu à ocorrência, o incêndio começou na parte dianteira do veículo e, em poucos minutos, se alastrou até causar uma explosão.

"Um senhor que estava passando pelo local ainda entrou no ônibus e conseguiu tirar muitas crianças. Havia cerca de 17 estudantes lá dentro", disse o subtenente Marcel Bueno. "Quando apagamos o fogo, encontramos o corpo carbonizado de uma criança no fundo do veículo", contou.

Algumas crianças que inalaram a fumaça foram encaminhadas para o Hospital Getúlio Vargas. O acidente comoveu moradores do município, que se reuniram no local.

O ônibus escolar prestava serviço à prefeitura, transportando crianças da zona rural à cidade. Ainda de acordo com o subtenente, a causa do incêndio é desconhecida, mas será investigada. (Mônica Parreira)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email