Oposição a Aécio cria BafômetroDay no Twitter

Brincadeira foi lanada para lembrar o 17 de abril do ano passado, quando o senador mineiro se recusou a fazer o teste do bafmetro em blitz da Lei Seca no Rio. Mas poucas pessoas aderiram hashtag #BafometroDay - basicamente, apenas polticos do PT e PMDB crticos ao ex-governador de Minas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - No momento em que o Congresso volta a discutir formas de endurecer a punição do motorista que dirigir após o consumo de álcool, uma brincadeira - ou nem tanto - no Twitter voltou a incomodar o senador Aécio Neves.

Pessoas ligadas à oposição ao ex-governador mineiro - e provável candidato à presidência pelo PSDB em 2014 - criaram o BafômetroDay para lembrar um ano de um episódio que até hoje traz dor de cabeça ao senador. Na madrugada de um domingo, 17 de abril, há exatamente um ano, Aécio foi parado numa blitz da lei seca no bairro do Leblon, no Rio. O ex-governador de Minas tinha uma carteira de habilitação vencida e recusou-se a fazer o teste do bafômetro.

Na “brincadeira” no Twitter, há críticas ao senador, à mídia e uma série de piadas com o fato. “Se Aécio soprar a velinha, vamos ter um lança chamas”, disse por exemplo, o usuário Minas Sem Censura - que, como indica o nome, é forte opositor ao ex-governador.

Apesar do esforço, poucas pessoas aderiram à brincadeira. Basicamente, políticos e pessoas ligadas ao PT. Lançaram tweets com a hashtash #BafometroDay, por exemplo, o deputado estadual Rogério Correia, líder do PT na Assembleia Legislativa, e o deputado estadual Sávio Souza Cruz, do PMDB - ambos líderes da oposição ao governo Anastasia em Minas e, por extensão, aos projetos políticos de Aécio.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email