Oposição promete continuar obstruindo votações na Assembleia

A expectativa é de que o plenário continue paralisado na Assembleia Legislativa; há dois meses não há aprovação de um projeto sequer; a estratégia da minoria é de continuar obstruindo a pauta para impossibilitar a apreciação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Estado para 2018; a votação do projeto, porém, é essencial para garantir o chamado recesso branco, que compreende o período das festas juninas; o líder da bancada, deputado Leur Lomanto Jr. (PMDB), confirma que "a estratégia continuará sendo a de obstruir a votação"

Leur Lomanto Junior
Leur Lomanto Junior (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - A expectativa é de que o plenário continue paralisado na Assembleia Legislativa. Há dois meses não há aprovação de um projeto sequer, nem mesmo de autoria dos parlamentares.

A estratégia da minoria é de continuar obstruindo a pauta para impossibilitar a apreciação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Estado para 2018. A votação do projeto, porém, é essencial para garantir o chamado recesso branco, que compreende o período das festas juninas. O líder da bancada, deputado Leur Lomanto Jr. (PMDB), confirma que "a estratégia continuará sendo a de obstruir a votação".

Já são quatro projetos do Executivo na fila aguardando votação: o PL 22.189/17 que altera as regras das licenças médicas dos servidores públicos do Estado; o projeto que autoriza a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) a não ajuizar execuções para cobrança de créditos tributários de valor inferior a R$ 20 mil; o projeto 22.195/17, que estabelece as diretrizes da Política Industrial da Bahia do Centro Industrial de Aratu - CIA e do Canal de Cotegipe; e o 22.196/17, que concede benefício da meia passagem escolar no sistema de transporte público metroviário intermunicipal.

Embora tenha apenas 21 deputados em sua base, a oposição está conseguindo êxito na tarefa de paralisar o plenário da Assembleia com ajuda de parlamentares insatisfeitos na bancada governista.

O motivo pelo qual alguns aliados do governador estão descontentes é basicamente um: insatisfação de longa data com o secretário das Relações Institucionais do governo, Josias Gomes, e com o líder do bloco no parlamento, deputado Zé Neto (PT). Nos corredores da ALBA, se diz também que os deputados estão 'rebeldes' por causa da demora na liberação de emendas por parte do Executivo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247