‘Orifício rugoso’: em live com Damares, presidente da Embratur insulta gays

O presidente da Embratur, Gilson Machado, participou de live com a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, e fez comentário degradante a respeito dos gays. Ele disse: “eu não tenho nada contra quem usa seu orifício rugoso infra-lombar para fazer sexo”

Gilson Machado e Bolsonaro
Gilson Machado e Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Gilson Machado, presidente da Embratur, atacou os gays de maneira covarde em live cm Damares Alves, ministra dos Direitos Humanos. Ele disse: “está escrito na Bíblia: Jesus Cristo nasceu, cresceu, foi crucificado e ressuscitou em forma de homem. Maria, sim, essa foi uma grande mulher, que acompanhou todo seu sofrimento”

A reportagem da revista Veja relata o episódio: “nos 50 minutos de debate, foram muitos os temas tratados, entre os quais pedofilia e prostituição. Gilson Machado, a certa altura, resolveu criticar a peça “O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu”, que foi encenada em Pernambuco dois anos atrás. Jesus, na peça, seria homossexual. Foi aí que o presidente da Embratur fez um comentário preconceituoso e atacou os gays.”

Machado disse: “e essa linha foi rompida, porque querer impor sua sexualidade perante a grande maioria de cristãos brasileiros é abominável. E outra coisa. Eu não tenho nada. Eu não tenho nada contra quem usa seu orifício rugoso infra-lombar para fazer sexo. Mas querer impor a sexualidade a uma grande maioria de cristãos e querer desvirtuar a forma que Jesus Cristo veio à Terra…Está escrito na Bíblia: Jesus Cristo nasceu, cresceu, foi crucificado e ressuscitou em forma de homem. Maria, sim, essa foi uma grande mulher, que acompanhou todo seu sofrimento.”

A matéria ainda informa que “em seguida, pediu desculpas a Damares por seu “desabafo”. A ministra não fez qualquer comentário. ‘Ministra, desculpe meu desabafo’.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247