Oscar recebeu R$ 40 mil por palestra que acabou em confusão

O ex-jogador da seleção brasileira de basquete, Oscar Schmidt, acabou vaiado ao realizar uma palestra para cerca de 3 mil estudantes de uma faculdade particular de Caruaru, no Agreste de Pernambuco; segundo a organização do evento, Oscar teria recebido um cachê de R$ 40 mil para falar sobre "obstinação", mas teria demonstrado "arrogância e estrelismo", o que acabou por resultar nas vaias feitas pela plateia

O ex-jogador da seleção brasileira de basquete, Oscar Schmidt, acabou vaiado ao realizar uma palestra para cerca de 3 mil estudantes de uma faculdade particular de Caruaru, no Agreste de Pernambuco; segundo a organização do evento, Oscar teria recebido um cachê de R$ 40 mil para falar sobre "obstinação", mas teria demonstrado "arrogância e estrelismo", o que acabou por resultar nas vaias feitas pela plateia
O ex-jogador da seleção brasileira de basquete, Oscar Schmidt, acabou vaiado ao realizar uma palestra para cerca de 3 mil estudantes de uma faculdade particular de Caruaru, no Agreste de Pernambuco; segundo a organização do evento, Oscar teria recebido um cachê de R$ 40 mil para falar sobre "obstinação", mas teria demonstrado "arrogância e estrelismo", o que acabou por resultar nas vaias feitas pela plateia (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O ex-jogador da seleção brasileira de basquete, Oscar Schmidt, acabou vaiado ao realizar uma palestra para cerca de 3 mil estudantes de uma faculdade particular de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Segundo a organização do evento, Oscar teria recebido um cachê de R$ 40 mil para falar sobre "obstinação", mas teria demonstrado "arrogância e estrelismo", o que acabou por resultar nas vaias feitas pela plateia.

Segundo o moderador Eliaquim Oliveira, "Ele [Oscar] deu um show de arrogância e estrelismo. Quando soube que seria moderador de uma palestra do Oscar, eu fiquei empolgado, queria fazer fotos, postar em redes sociais. Mas foi uma decepção total. Foi uma experiência horrível, chocante e decepcionante", relatou. De acordo com os presentes ao evento, os problemas começaram antes mesmo do início do evento.

De acordo com os organizadores, o ex-jogador teria chegado atrasado ao shopping onde o encontro seria realizado. Ele também teria se irritado ao perceber que o computador que utilizaria para exibir os slides da palestra apresentou problemas de conexão. Ele teria, ainda, se recusado a utilizar um pen drive alegando que o conteúdo era particular.

A situação ficou ainda mais complicada quando o microfone que ele utilizaria apresentou problemas. O mediador teria oferecido o seu microfone para substituir o equipamento defeituoso, o que foi encarado pelo "Mão Santa" como amadorismo. Oscar teria passado a ofender o operador de som e a soltar palavrões.

Revoltados com a atitude do ex-jogador, cerca de 600 pessoas que haviam pagado entre R$ 60 e R$ 70 para assistir a palestra deixaram o recinto enquanto o restante da plateia teria vaiado a atitude do atleta. O assunto ganhou repercussão nas redes sociais.

Procurado pela imprensa, nem Oscar e nem a sua assessoria se pronunciaram sobre o episódio. A faculdade emitiu uma nota pedindo desculpas aos alunos que pagaram para assistir à palestra além de repudiar a atitude do ex-jogador.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247