Palmeiras e Coritiba ficam no empate na gelada Curitiba

Equipe da casa sai na frente, mas time paulista comandado por Valdvia consegue a igualdade e jogo termina 1 a 1

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_A fria Curitiba veria um duelo verde-e-branco. O time da casa receberia o Palmeiras com a missão de apagar o desastre da quarta-feira passada, quando o São Paulo, outro time paulista, abriu 4 a 0 no placar e exigiu um esforço dobrado do time para evitar o vexame. No final, o 4 a 3 serviu de motivação. E foi para esquentar a temperatura de 8º C que Jéci aproveitou uma defesaça de Marcos, após cabeçada a queima-roupa de Emerson, para fazer 1 a 0. Aos 14, Bill recebeu sozinho, mas com o goleiro Marcos evitou o segundo gol do Coritiba. Os palmeirenses, que até ali mais reclamavam do que jogavam, acharam um gol aos 19, quando Marcos Assunção cobrou mais uma de suas faltas venenosas e contou com a ajuda de um desvio para enganar o goleiro Edson Bastos: tudo igual. Em outra falta de Marcos Assunção, aos 30, o Palmeiras quase vira o jogo, que estava igual em posse de bola. O torcedor via muita correria e pouca criatividade.

O segundo tempo não foi diferente do primeiro: a vontade estava acima do talento. As duas equipes tentavam acertar passes mas erravam o que os comentaristas gostam de chamar de “último toque”. As defesas levavam vantagem justamente quando o chute a gol deveria sair. O jogo estava gelado e, aos 27, em chute de Valdívia, Edson Bastos quase se complica. Aos 31, um passe preciso ia colocar Bill na cara do gol. Mas o zagueiro Thiago Heleno derrubou o atacante próximo à linha da grande área e foi expulso. Na cobrança de falta, o chute rasteiro de Marcos Aurélio desviou em Marcio Araujo e quase entrou. Com um jogador a mais, o Coritiba tentou empurrar o Palmeiras para o seu campo de defesa, trocando passes na intermediária. Aos 40, o goleiro Marcos pegou um chute cara-a-cara de Rafinha. Os coritibanos tentaram, mas não conseguiram evitar o segundo mau resultado dentro de casa: 1 a 1.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email