Paraguai, Paraguai, Paraguai!

Copa Amrica 2011 termina daqui a pouco com a final entre paraguaios e uruguaios; se voc tambm achou o futebol do torneio feio e burocrtico, a beleza de Larissa Riquelme e suas amigas um bom motivo para a sua torcida

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_Surpresa, frustração, decepção. Três palavras que resumem a Copa América 2011. Os favoritos Brasil e Argentina caíram antes das semifinais, o que faz os torcedores se perguntarem: onde está o verdadeiro futebol das Américas? Se o resultado final do torneio tiver validade, uruguaios e paraguaios exibem o que há de melhor nas Américas neste momento. Mas o que aconteceu em solo argentino é de preocupar os amantes do futebol: jogos feios, falta de criatividade, os principais astros apagados e uma sequencia de empates pouco empolgantes. O Paraguai, por exemplo, chega à disputa do título sem ter conseguido uma única vitória. Foram cinco empates e duas conquistas nas penalidades, contra os brasileiros e venezuelanos.

A beleza da Copa América ficou nas arquibancadas, para deleite do público masculino. A paraguaia Larissa Riquelme, que já tinha chamado a atenção na Copa do Mundo de 2010, recebeu a companhia de uma legião de meninas, que mostraram seus melhores predicados para animar o público, que não tinha motivos para olhar para o campo de jogo. Com micro blusas, decotes generosos e, muitas vezes, exibições provocativas, o Paraguai ganhou a simpatia dos torcedores das seleções que foram ficando pelo caminho. E não era, obviamente, pelo futebol de Lucas Barios, Roque Santa Cruz ou Valdéz. Mas se eles conseguirem o título, Larissa prometeu tirar toda a roupa no gramado. Não será uma novidade, mas em todo o caso: Paraguai, Paraguai, Paraguai!

O problema é que os paraguaios vão enfrentar uma seleção tradicional, que já venceu 14 vezes a Copa América e pode se isolar no topo das conquistas continentais. O renascimento do futebol do Uruguai faz os saudosistas relembrarem um tempo em que a Seleção Celeste encantava e dava trabalho aos adversários – o brasileiro pode não ter visto, mas se lembra da derrota de 1950 em pleno Maracanã. Com um trabalho paciente e de longo prazo, a equipe de Lugano, Forlán e Suárez alcançou a quarta posição na Copa do Mundo de 2010 e, agora, pode confirmar a boa fase com a conquista da América. O Peñarol, tradicional equipe do país, chegou à final da Libertadores deste ano, mas ficou com o vice-campeonato. Terá sido previsão?

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email