Partidos de oposição criam Frente Parlamentar em defesa das Diretas Já

O líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que a Frente Parlamentar Mista Pelas Diretas Já será oficialmente lançada no Congresso na próxima semana. "É uma frente suprapartidária que reforça o movimento em curso na sociedade civil por eleições Diretas Já", disse. Integram o movimento parlamentares do PT, PSB, PDT, PCdoB, PSOL e Rede

O líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que a Frente Parlamentar Mista Pelas Diretas Já será oficialmente lançada no Congresso na próxima semana. "É uma frente suprapartidária que reforça o movimento em curso na sociedade civil por eleições Diretas Já", disse. Integram o movimento parlamentares do PT, PSB, PDT, PCdoB, PSOL e Rede
O líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que a Frente Parlamentar Mista Pelas Diretas Já será oficialmente lançada no Congresso na próxima semana. "É uma frente suprapartidária que reforça o movimento em curso na sociedade civil por eleições Diretas Já", disse. Integram o movimento parlamentares do PT, PSB, PDT, PCdoB, PSOL e Rede (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - Parlamentares e representantes dos partidos de oposição ao governo  Michel Temer —  PT, PSB, PDT, PCdoB, PSOL e Rede — criaram nesta segunda-feira (29) a Frente Parlamentar Mista Pelas Diretas Já.

Em reunião no gabinete do senador João Capiberibe (PSB/AP), decidiu-se que o símbolo da campanha será o mesmo utilizado na campanha de 1984, criado pelo artista plástico Henfil, agora nas cores verde, amarelo e azul. 

Os participantes da reunião entendem que, ressalvadas as suas diferenças, a luta pelas Diretas Já e contra as reformas trabalhista e da Previdência do governo Temer unifica todas as legendas.

O líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que a Frente será oficialmente lançada no Congresso na próxima semana. “É uma frente suprapartidária que reforça o movimento em curso na sociedade civil por eleições Diretas Já”, disse. Ele observou que o entendimento é de que cabe à sociedade civil organizada o protagonismo da luta pelas Diretas Já. “É preciso organizar atos e manifestações em todo o País em favor das eleições diretas”, disse Guimarães.  

Segundo o líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), a Frente é fundamental para  impulsionar o movimento contrário à escolha de um novo presidente da República por eleições indiretas, via  Congresso. “Temer deve renunciar, pois já não tem condições de governar e está envolvido até o pescoço em denúncias de corrupção e de obstrução da Justiça. O País, para voltar a crescer e gerar empregos, precisa de um presidente legítimo, eleito pelo povo”, argumentou Zarattini.

(Informações do PT na Câmara)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247