CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Patrus vai ao ataque

Comedido no início e evitando críticas diretas ao principal adversário, o atual prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB), candidato petista assume tom mais agressivo na campanha. Seria reflexo da última pesquisa do Datafolha?

Patrus vai ao ataque (Foto: Edição/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Minas 247 – O Patrus Ananias (PT) diplomático parece ter saído de cena. Evitando ataques à administração do prefeito Marcio Lacerda (PSB), nos primeiros dias de campanha, o ex-ministro mudou o tom do seu discurso. Com críticas principalmente à gestão municipal na área da saúde, Patrus deixa claro qual será a estratégia a ser utilizada, pelo menos no momento atual.

A escolha da saúde para iniciar os ataques contra a administração Lacerda não é por acaso. A área é comandada pelo PSDB, principal aliado do prefeito socialista. O PT, apesar da recente debandada no primeiro escalão da prefeitura, ainda detém mais de 900 cargos comissionados.Criticar a saúde de Belo Horizonte é ter certeza de não dar tiro no pé. O ex-prefeito foi enfático: “A saúde em Belo Horizonte está muito mal. Retrocedeu nos últimos anos”, afirmou Patrus. O veneno foi além. De acordo com o petista 100 unidades do Programa de Saúde da Família estão sem médicos. Alegou ainda que Lacerda não construiu duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) previstas no Orçamento Participativo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mas a artilharia do ex-ministro não ficou restrita a saúde. Mobilidade urbana e cultura também foram atingidas: “Querem tirar a cultura das ruas e praças de BH”, disse. Apesar do tom agressivo, Patrus fez questão de frisar que o discurso é de conteúdo, nada tendo de pessoal, e aproveitou para afirmar que o que é bom na administração será mantido. O pensamento do petista não poderia ser diferente, já que seu partido foi aliado do prefeito Lacerda até poucos dias antes do início da campanha.

A mudança na atitude de Patrus pode ter sido influenciada pelo resultado da última pesquisa divulgada pelo instituto Datafolha. Depois de ter aparecido em empate técnico com seu principal adversário em pesquisa do EmData, o petista aparece 17 pontos atrás na amostragem do instituto paulista. O resultado pode ter sido o impulso necessário para Patrus incorporar um estilo mais enérgico. Haverá contra-ataque?

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO