Paulão: “Votação foi influenciada pelos mais abastados da sociedade”

O deputado federal Paulão (PT-AL) afirma que a “mídia internacional deixou transparecer que a votação dos desembargadores foi influenciada pelos segmentos mais abastados da sociedade brasileira, que obedecem às ordens do mercado financeiro internacional”; ele disse ainda que não tem dúvidas de que o resultado do julgamento aprofundará ainda mais as divisões políticas na sociedade brasileira, “o que será natural em consequência do golpe”

O deputado federal Paulão (PT-AL) afirma que a “mídia internacional deixou transparecer que a votação dos desembargadores foi influenciada pelos segmentos mais abastados da sociedade brasileira, que obedecem às ordens do mercado financeiro internacional”; ele disse ainda que não tem dúvidas de que o resultado do julgamento aprofundará ainda mais as divisões políticas na sociedade brasileira, “o que será natural em consequência do golpe”
O deputado federal Paulão (PT-AL) afirma que a “mídia internacional deixou transparecer que a votação dos desembargadores foi influenciada pelos segmentos mais abastados da sociedade brasileira, que obedecem às ordens do mercado financeiro internacional”; ele disse ainda que não tem dúvidas de que o resultado do julgamento aprofundará ainda mais as divisões políticas na sociedade brasileira, “o que será natural em consequência do golpe” (Foto: Voney Malta)

Por Marcelo Firmino/eassim.net - Quinta-feira, 25, o dia seguinte à condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por unanimidade no TRF-4, em Porto Alegre, chamou a atenção do deputado federal Paulão, principal líder do PT em Alagoas, pela repercussão do caso na mídia internacional, que destaca o ex-presidente como ícone da vida pública nacional.

Para o deputado a mídia internacional deixou transparecer que a votação dos desembargadores foi influenciada pelos segmentos mais abastados da sociedade brasileira, que obedecem às ordens do mercado financeiro internacional. “Isso foi retratado inclusive por Brian Winter, que é  vice presidente de Política da Americas Society/Council of the Americas e Editor Chefe da Americas Quarterly. Está nas páginas do UOL tudo que ele disse”, destacou o deputado.

O certo, segundo Paulão, é que os segmentos mais abastados do País fomentaram o golpe para colocar no lugar de Dilma Rousseff um presidente ilegítimo que atendesse aos interesses deles. “Para o golpe ser completo precisaria tirar Lula das eleições deste ano, por que ele é o maior  líder popular do País e está à frente de todas as pesquisas de intenções de votos, até então realizadas”. Disse.

Na opinião do deputado, independentemente da combinada condenação dos desembargadores no TRF-4, Lula vai estar nas ruas fazendo campanha e pedindo voto para Presidente da República. “A população que não concorda com a farsa montada neste caso vai apoiá-lo nas ruas sem dúvida nenhuma”, declarou.

O deputado disse ainda que não tem dúvidas de que o resultado do julgamento aprofundará ainda mais as divisões políticas na sociedade brasileira, “o que será natural em consequência do golpe.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247