Paulistano sofre no dia do combate à poluição

No dia 14 de agosto comemorou-se a data e completou-se 27 dias sem chuva em São Paulo; cidadãos penam com a péssima qualidade do ar; diariamente sete milhões de veículos disparam gases poluídos na atmosfera da cidade

Paulistano sofre no dia do combate à poluição
Paulistano sofre no dia do combate à poluição (Foto: Edição/247 )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- Hoje, 14 de agosto, comemora-se o Dia do Combate à Poluição, mas é improvável que algum paulistano celebre a data. Não chove há 27 dias em São Paulo – o que é fundamental para limpar a atmosfera - e em todos os cantos da metrópole está difícil respirar por conta do tempo seco. Diariamente, sete milhões de veículos soltam gases poluídos no ar da capital.

O Climatempo explica que a poluição da cidade se levanta de forma homogênea, sendo que a estiagem e a massa de ar seco que provocam calor durante a tarde contribuem para que a poluição seja mantida em concentração baixa. Deste modo, apenas a alteração do clima pode mudar a atual situação.

A baixa qualidade do ar provoca doenças graves, como enfartos e derrames. Para os bebês a situação ainda é pior. Um estudo divulgado nesta terça-feira pelo do Departamento de Farmacologia da USP mostra que exposição de recém-nascidos à poluição acarreta reação exacerbada a estímulos alérgicos na fase adulta.

De acordo com a professora Soraia Pereira Costa, o estudo constata que os poluentes das grandes metrópoles deixam os indivíduos predispostos ao desenvolvimento de inflamações alérgicas, como a asma.

Enquanto não chove, especialistas em saúde recomendam redobrar os cuidados com hidratação, como o uso de colírios, e a redução das atividades físicas em horários de pico. Além disso, é aconselhável manter uma alimentação saudável e circular por ambientes limpos e ventilados.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email