Paulo faz crítica indireta a Iris no programa de TV

Candidato petista diz que transporte coletivo é ruim por culpa de gestões anteriores; a referência serve à administração do padrinho, autor da lendária promessa (não cumprida) de resolver o problema em seis meses

Paulo faz crítica indireta a Iris no programa de TV
Paulo faz crítica indireta a Iris no programa de TV (Foto: Thiago Dahas/ Divulgação)

Goiás247_ No primeiro programa da propaganda eleitoral gratuita na televisão, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, candidato à reeleição, reconhece que Iris Rezende (PMDB), seu antecessor e principal cabo eleitoral, não cumpriu a promessa de resolver os problemas do transporte coletivo urbano da capital em seis meses e sequer durante seus quase seis anos de mandato. Ao citar as medidas tomadas por ele e por Iris no setor, a propaganda de Paulo afirmou que, "apesar dos avanços, é preciso reconhecer que é necessário avançar muito" para solucionar os problemas do sistema.
 
Em 2004, quando concorreu à Prefeitura pela segunda vez – a primeira foi nos anos 1960 –, ficou notória a promessa de Iris de que resolveria o problema do transporte coletivo em seis meses e que tornaria o sistema de Goiânia o melhor do Brasil. Eleito, o peemedebista relativizou o efeito das providências tomadas, não cumpriu os prazos de renovação e ampliação da frota e realizou pequena parcela das obras para melhorar a fluidez das linhas. A única medida do peemedebista foi realizar a licitação, e os investimentos, insuficientes, ficaram por conta das empresas.
 
Na TV, por sua vez, Paulo admitiu a existência de problemas no sistema de transporte, afirmando que tais falhas não são provenientes de sua gestão, mas, sim, resultado de um “processo contínuo”. O prefeito e candidato à reeleição disse ainda que vai dar prioridade à construção de ciclovias e à adoção de estratégias para resolver a superlotação dos ônibus na capital. Após isso, o petista apareceu ao lado de Iris, em cenas gravadas no apartamento do peemedebista em Goiânia, quando o ex-prefeito hipoteca o apoio ao ex-vice.
 
Não é a primeira vez que Paulo critica Iris, mesmo que indiretamente. Durante debate entre candidatos na Fonte TV, o petista disse que a administração municipal precisa avançar em todas as áreas e que os problemas são resultado de "mazelas de 78 anos". Além de Iris, que foi prefeito de Goiânia por três vezes, a capital foi administrada por outros dois petistas: Pedro Wilson (2001-04), que perdeu a disputa pela reeleição contra Iris, e Darci Accorsi (1993-1996).
 
"Eu reconheço que Goiânia é uma cidade maravilhosa, mas não escondo o sol com a peneira. Nós precisamos avançar em diversos setores e é por isso que desejo ser novamente prefeito de Goiânia. Tive um espaço muito curto de tempo para administrar dois anos e quatro meses", disse Paulo, no espaço reservado para as considerações finais do debate. Em seguida, o petista emendou: "Não sou responsável pelas mazelas de 78 anos, mas tenho uma convicção plena de que haveremos de construir um ambiente onde o nosso projeto seja a vida, nosso projeto seja a sustentabilidade, onde o nosso projeto seja a criação de oportunidades iguais para vocês que nos ouvem, para cada homem e para cada mulher".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247