PDRIS: Banco Mundial supervisiona obras no TO

Equipe do Banco Mundial visita o Tocantins para supervisionar as ações do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS); programação da instituição no Estado começa nesta terça-feira, 7, e segue até sexta-feira, 10; PDRIS dispõe de US$ 300 milhões financiados pelo Banco Mundial, com contrapartida de US$ 75 milhões do Estado, para obras de melhoria da infraestrutura rodoviária, inclusão social e sustentabilidade ambiental

Equipe do Banco Mundial visita o Tocantins para supervisionar as ações do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS); programação da instituição no Estado começa nesta terça-feira, 7, e segue até sexta-feira, 10; PDRIS dispõe de US$ 300 milhões financiados pelo Banco Mundial, com contrapartida de US$ 75 milhões do Estado, para obras de melhoria da infraestrutura rodoviária, inclusão social e sustentabilidade ambiental
Equipe do Banco Mundial visita o Tocantins para supervisionar as ações do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS); programação da instituição no Estado começa nesta terça-feira, 7, e segue até sexta-feira, 10; PDRIS dispõe de US$ 300 milhões financiados pelo Banco Mundial, com contrapartida de US$ 75 milhões do Estado, para obras de melhoria da infraestrutura rodoviária, inclusão social e sustentabilidade ambiental (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - Equipe do Banco Mundial visita o Tocantins para supervisionar as ações do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS). A programação da instituição no Estado começa nesta terça-feira, 7, e segue até sexta-feira, 10.

Segundo o diretor do PDRIS na Secretaria do Planejamento e Orçamento (Seplan), Maurício Fregonesi, esta semana a equipe do Banco se reunirá com os representantes dos órgãos parceiros do projeto no Estado.

"A visita dos técnicos do Banco Mundial ao Tocantins é importante neste momento porque é uma oportunidade para avaliar o andamento do PDRIS e realizar possíveis adequações ao projeto", frisou, acrescentando que ao final da visita, será elaborado, pelo Banco, um documento onde ficarão pactuadas as ações, e que este, por sua vez, será discutido com os órgãos coexecutores na próxima visita de supervisão.

O PDRIS dispõe de US$ 300 milhões financiados pelo Banco Mundial, com contrapartida de US$ 75 milhões do Estado, o que totaliza US$ 375 milhões, dos quais foram aplicados cerca de 15%.

O Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável tem como objetivo contribuir para a melhoria da competitividade e integração regional, promovendo a inclusão social e sustentabilidade ambiental, além de fomentar e melhorar a eficácia do transporte rodoviário e a eficiência dos serviços públicos em apoio ao desenvolvimento integrado e territorialmente equilibrado do Estado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247