Pelé completa 75 anos

Seu talento e sucesso foram várias vezes reconhecidos antes e depois de pendurar as chuteiras, em 1977; em votação aberta ao mundo, Pelé foi escolhido como o atleta do século em 1981; a polêmica em torno da escolha foi encerrada em 1999, quando ninguém menos que o Comitê Olímpico Internacional ratificou o título

Seu talento e sucesso foram várias vezes reconhecidos antes e depois de pendurar as chuteiras, em 1977; em votação aberta ao mundo, Pelé foi escolhido como o atleta do século em 1981; a polêmica em torno da escolha foi encerrada em 1999, quando ninguém menos que o Comitê Olímpico Internacional ratificou o título
Seu talento e sucesso foram várias vezes reconhecidos antes e depois de pendurar as chuteiras, em 1977; em votação aberta ao mundo, Pelé foi escolhido como o atleta do século em 1981; a polêmica em torno da escolha foi encerrada em 1999, quando ninguém menos que o Comitê Olímpico Internacional ratificou o título (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Jornal do Brasil - Um dos maiores atletas da história completa três quartos de século nesta sexta-feira (23). Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, participou - com destaque - de três das cinco Copas do Mundo conquistadas pela seleção brasileira de futebol. Na Copa de 1958, primeiro mundial vencido pelo Brasil, o craque tinha apenas 17 anos.

Pelé marcou mais de 1.200 gols ao longo de sua carreira, um recorde praticamente imbatível. Além de brilhar com a amarelinha, colecionou campeonatos em quase duas décadas defendendo o Santos: foi múltiplas vezes campeão paulista e brasileiro, vencendo duas vezes a Taça Libertadores da América.

Seu talento e sucesso foram várias vezes reconhecidos antes e depois de pendurar as chuteiras, em 1977. Em votação aberta ao mundo, Pelé foi escolhido como o atleta do século em 1981. A polêmica em torno da escolha foi encerrada em 1999, quando ninguém menos que o Comitê Olímpico Internacional ratificou o título.

O ex-jogador por vezes se aventurou fora das quatro linhas. Entre documentários e ficções, participou de 13 filmes e algumas séries de televisão, além de compor e cantar canções. Em 1969, gravou o compacto “Tabelinha”, junto de Elis Regina.

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email