Pelo Twitter, Campos diz que estará no 2º turno

O presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, evitou dizer, durante um bate-papo realizado com internautas, nesta segunda-feira (21), peloTwitter, quem apoiaria em um eventual segundo turno sem ele. “Estarei no segundo turno”, afirmou; o ex-governador de Pernambuco também comemorou o resultado da última pesquisa do Instituto Datafolha que, levando em conta a margem de erro de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, aponta um empate técnico entre os presidenciáveis considerando somente os eleitores que “conhecem bem” os pré-candidatos

O presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, evitou dizer, durante um bate-papo realizado com internautas, nesta segunda-feira (21), peloTwitter, quem apoiaria em um eventual segundo turno sem ele. “Estarei no segundo turno”, afirmou; o ex-governador de Pernambuco também comemorou o resultado da última pesquisa do Instituto Datafolha que, levando em conta a margem de erro de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, aponta um empate técnico entre os presidenciáveis considerando somente os eleitores que “conhecem bem” os pré-candidatos
O presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, evitou dizer, durante um bate-papo realizado com internautas, nesta segunda-feira (21), peloTwitter, quem apoiaria em um eventual segundo turno sem ele. “Estarei no segundo turno”, afirmou; o ex-governador de Pernambuco também comemorou o resultado da última pesquisa do Instituto Datafolha que, levando em conta a margem de erro de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, aponta um empate técnico entre os presidenciáveis considerando somente os eleitores que “conhecem bem” os pré-candidatos (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 – Em meio às constantes críticas à presidente Dilma Rousseff (PT), o presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, evitou dizer, durante um bate-papo realizado com internautas, nesta segunda-feira (21), peloTwitter, quem apoiaria em um eventual segundo turno sem ele. “Estarei no segundo turno”, afirmou Campos. Quem também está no páreo para concorrer ao Palácio da Alvorada é o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Até recentemente, o PSB integrava o governo da presidente Dilma, que disputará a reeleição. O ex-governador de Pernambuco também comemorou o resultado da última pesquisa do Instituto Datafolha que, levando em conta a margem de erro de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, aponta um empate técnico entre os presidenciáveis considerando somente os eleitores que “conhecem bem” os pré-candidatos.

"Quando a pesquisa analisa o universo dos que conhecem todos os candidatos, o resultado é bem diferente", comemorou Campos pelo twitter. De acordo com o levantamento, o pré-candidato pelo PSB aparece com 28% das intenções de voto, seguido pela petista (26%), que tentará a reeleição, e pelo tucano Aécio Neves (24%).

Sem levar em conta o “recorte” na pesquisa, ou seja, apenas os eleitores que conhecem bem os seus presidenciáveis, Campos aparece com 6% das intenções de voto, segundo levantamento do Ibope, divulgado na última quinta-feira (17). Já a presidente Dilma assegura a primeira colocação (37%) e o Aécio, 14%.

Campos também aproveitou para dizer que não esteve em Aparecida (SP), neste domingo (20), a fim de fazer campanha política, e sim para atender a “um gentil convite”. No município paulista, Campos disse, ainda, ser contra o aborto. Após ser questionado sobre a redução da possibilidade de a mulher poder optar ou não pela gravidez, Campos foi taxativo: “investir fortemente em políticas públicas e outras ações”.

Ainda pelo twitter, o ex-governador disse que desde o dia 4 de abril, quando deixou o Executivo pernambucano, é remunerado pelo PSB como presidente (nacional) do partido, "com recursos que não são do Fundo Partidário", respondendo às críticas dos internautas.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247