Perillo reúne secretariado para cobrar trabalho

Na primeira reunião que terá com seu novo secretariado em 2014, o governador Marconi Perillo deverá pedir mais empenho para entrega dos compromissos e pouca política; encontro, que será realizado na próxima quarta-feira, 1º de janeiro, substituirá a solenidade de posse dos novos secretários do Estado  

Na primeira reunião que terá com seu novo secretariado em 2014, o governador Marconi Perillo deverá pedir mais empenho para entrega dos compromissos e pouca política; encontro, que será realizado na próxima quarta-feira, 1º de janeiro, substituirá a solenidade de posse dos novos secretários do Estado  
Na primeira reunião que terá com seu novo secretariado em 2014, o governador Marconi Perillo deverá pedir mais empenho para entrega dos compromissos e pouca política; encontro, que será realizado na próxima quarta-feira, 1º de janeiro, substituirá a solenidade de posse dos novos secretários do Estado   (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

goias24horas.com.br - Em vez da solenidade de posse, o governador Marconi Perillo (PSDB) convocou uma reunião de trabalho com o seu novo secretariado para ser realizada na quarta-feira, dia 1º de janeiro. Na ocasião, o governador vai cobrar muito trabalho da sua nova equipe de trabalho para o próximo ano.

Informações dão conta que, a ordem de Perillo à equipe na primeira reunião do secretariado será a de manter um ritmo de muito trabalho e pouca política neste período.

O governador deseja imprimir uma ação forte de gestão para quitar todos os seus compromissos de governo prometidos à população.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247