Pernambuco abre Campus Party e já confirma segunda edição

Enquanto isso, a Bahia, "potência econômica" nordestina, continua chupando dedo e vendo o vizinho dando passos largos rumo ao crescimento; amistoso, o governado Eduardo Campos (PSB) tentou minimizar a 'rivalidade' com o estado governador por Jaques Wagner (PT)

Pernambuco abre Campus Party e já confirma segunda edição
Pernambuco abre Campus Party e já confirma segunda edição (Foto: Divulgação)

Bahia 247 com Metro 1

Pode parecer implicância, mas a Bahia do governador Jaques Wagner (PT) vem perdendo espaço significativamente para o vizinho Pernambuco, do governador Eduardo Campos (PSB). Estamos perdendo em cultura, em economia, em esporte etc. Desta vez, os pernambucanos estão sediando a primeira edição nordestina da Campus Party, a maior feira de tecnologia da América Latina.

Quando a imprensa consegue questionar Wagner sobre essas 'coincidências', o petista sempre diz que não tem rivalidade e tira da cartola números e dados que, segundo ele, reafirmam a Bahia como a potência econômica nordestina.

O governador de Pernambuco, por sua vez, também tratou de minimizar a possível pretensão de ultrapassar a Bahia em todos os sentidos, do ponto de vista positivo. Na abertura oficial do evento, na noite desta quinta-feira (26), Eduardo Campos confirmou a segunda edição da Campus Party Recife em 2013 e justificou por que a Bahia não foi escolhida para representar o nordeste.

"No caso não se trata de perder a Bahia. Nós conquistamos um evento importante porque Pernambuco, ao longo destes 40 anos, desenvolveu um polo de tecnologia da informação e comunicação de grande relevo. A Bahia tem outros potenciais também muito importantes. É muito importante que Pernambuco cresça, mas é também importante que a Bahia cresça. Nós somos todos brasileiros, todos nordestinos, nossos sonhos são os mesmos, nossos desafios são os mesmos. No que a gente puder fazer aqui para ajudar a Bahia e a Bahia fazer lá para ajudar a gente, vai ser também muito importante", disse o socialista.

Poucas filas

E o evento segue com êxito no estado nordestino. Oficialmente, as portas do Chevrolet Hall seriam abertas ao meio-dia, mas devido a uma fila que começou a se formar por volta de 9h, a organização do evento resolveu liberar a entrada dos chamados campuseros às 10h30. Assim, nada de muitas filas, como na edição de São Paulo.

Os 2.000 ingressos para o evento foram esgotados há duas semanas e, além de acompanhar palestras, debates e disputar desafios, os participantes contam com conexão cabeada de 5GB/s, da Telefonica/Vivo, maior patrocinadora do evento.

A partir desta sexta (27), começa a programação do evento, que tem como destaques as participações de Alexandre Hohagen, vice-presidente do Facebook na América Latina; Mike Comberiate, engenheiro que comandará o acampamento de robótica da Nasa; e Bel Pesce, brasileira de 24 anos que vai dividir sua experiência no MIT, Google e Microsoft.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247