CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Pesquisa altera discurso dos candidatos

A última pesquisa feita pela Datafolha, realizada, nos dias 10 e 11 deste mês, mexeu com a temperatura da campanha eleitoral à Prefeitura do Recife; Enquanto uns comemoram e acreditam em levar a dipsuta para o segundo turno, outros atribuem resultados a reflexos de um momento isolado ou a uma campanha baseada em ações propositivas

Pesquisa altera discurso dos candidatos (Foto: Edição/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Leonardo Lucena_PE247 – A última pesquisa feita pela Datafolha, realizada, nos dias 10 e 11 deste mês, mexeu com a temperatura da campanha eleitoral à Prefeitura do Recife. Sendo o prefeiturável que mais cresceu em relação ao último levantamento e empatado tecnicamente com o petista Humberto Costa, Daniel Coelho (PSDB), agora, demonstra total convicção de que vai ao segundo turno. Já o Humberto Costa, em queda nos últimos levantamentos, reafirma que os números reflletem apenas um momento da disputa. O líder nas pesquisas de opinião, Geraldo Júlio (PSB), atribui o seu desempenho a uma campanha propositiva e não ao cacife do seu padrinho político, o governador Eduardo Campos.

Para Daniel Coelho a certeza de ir para o segundo turno é real. “Estamos com plena convicção de que vamos para o segundo turno. É uma questão de tempo. Não dá para agir com princípios atrelados ao governo. Nossa campanha não é baseada em fatos, mas sim, na verdade”, acrescentou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O tucano avalia que se o resultado das urnas dependesse apenas do segmento eleitoral que frequenta e assiste aos debates, ele já estaria à frente nas pesquisas. “Espero que as pessoas mais instruídas possam multiplicar esses votos, pois a nossa candidatura representa a mudança, e não a continuidade. Mas, infelizmente, muita gente ainda tem seu voto atrelado ao poderio econômico (do PT e do PSB)”, disse o tucano.

A situação de Humberto é a mais delicada. No levantamento anterior o petista estava empatado com Geraldo Júlio, ambos com 29%. Hoje, Costa está na segunda colocação, onze pontos percentuais atrás do socialista, que nesta última pesquisa figurou com 34% dos votos, e tecnicamente empatado com o postulante tucano. Sem entrar em detalhes, o senador , através de sua assessoria de imprensa, informou que essa queda não é o sentimento que observa nas pessoas pelas ruas da Capital, além de comentar que os números seriam apenas um reflexo do momento atual.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Por sua vez, o candidato do governador Eduardo Campos, Geraldo Júlio, disse que seu crescimento é resultado de uma campanha baseada na busca de propostas para a cidade, em vez de se preocupar em agredir os adversários. "Os números mostram que fazer uma campanha propositiva, de não agressão aos adversários, é sempre o melhor caminho. Abrimos 11 pontos de diferença para o segundo colocado e vamos continuar trabalhando forte, com muita humildade", declarou o socialista.

Já Mendonça Filho apareceu com 8% dos votos, enquanto que na última esteve com 9%. O democrata não comenta pesquisas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO