Petrobras assina contrato para retomar obras de refinaria em PE

Petrobras assinou contrato para a retomada das obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco; contrato entre a estatal e o Consórcio Conenge SC/ Possebon visa o término da construção da carteira de enxofre do empreendimento por meio da finalização da Unidade de Tratamento de Águas Ácidas (UTAA) e Unidade de Tratamento com Metildietanolamina (MDEA); obras são necessárias para que o chamado Trem 1 da refinaria alcance a carga máxima de 115 mil barris de petróleo por dia (bpd)

Petrobras assinou contrato para a retomada das obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco; contrato entre a estatal e o Consórcio Conenge SC/ Possebon visa o término da construção da carteira de enxofre do empreendimento por meio da finalização da Unidade de Tratamento de Águas Ácidas (UTAA) e Unidade de Tratamento com Metildietanolamina (MDEA); obras são necessárias para que o chamado Trem 1 da refinaria alcance a carga máxima de 115 mil barris de petróleo por dia (bpd)
Petrobras assinou contrato para a retomada das obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco; contrato entre a estatal e o Consórcio Conenge SC/ Possebon visa o término da construção da carteira de enxofre do empreendimento por meio da finalização da Unidade de Tratamento de Águas Ácidas (UTAA) e Unidade de Tratamento com Metildietanolamina (MDEA); obras são necessárias para que o chamado Trem 1 da refinaria alcance a carga máxima de 115 mil barris de petróleo por dia (bpd) (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - A Petrobras assinou contrato para a retomada das obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. O contrato entre a estatal e o Consórcio Conenge SC/ Possebon visa o término da construção da carteira de enxofre do empreendimento por meio da finalização da Unidade de Tratamento de Águas Ácidas (UTAA) e Unidade de Tratamento com Metildietanolamina (MDEA). As obras são necessárias para que o chamado Trem 1 da refinaria alcance a carga máxima de 115 mil barris de petróleo por dia (bpd).

As unidades irão tratar líquidos e gases resultantes do processo de produção de combustíveis com baixo teor de poluentes e gerar enxofre para a unidade de Snox, cuja construção está prevista para julho. A unidade Snox produzirá ácido sulfúrico e marcará a conclusão da primeira linha de produção da refinaria Abreu e Lima. A unidade Snox deverá entrar em operação em julho de 2018.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247