PF está, de novo, na cola de Duda Mendonça

Polícia Federal investiga atuação do publicitário baiano por meio da Mkpol, empresa que presta serviços para políticos como Paulo Skaf (foto), Lindbergh Farias, Delcídio Amaral e Ricardo Coutinho, todos eles assessorados por Duda Mendonça

PF está, de novo, na cola de Duda Mendonça
PF está, de novo, na cola de Duda Mendonça (Foto: Edição/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal está investigando a empresa Mkpol Marketing Político. A quem pertence? Provavelmente ao publicitário Duda Mendonça. Leia, abaixo, nota publicada no Painel da Folha:

Coincidência geral?

A Mkpol Marketing Político, empresa que Duda Mendonça diz desconhecer, prestou serviços para campanhas em que o publicitário atuou em 2010. A lista inclui as de Hélio Costa (PMDB) e Paulo Skaf (ex-PSB) ao governo de MG e SP, e Fernando Pimentel (PT-MG), Lindbergh Farias (PT-RJ), Marta Suplicy (PT-SP) e Delcídio Amaral (PT-MS) ao Senado. A PF investiga se o comitê do governador Ricardo Coutinho (PSB-PB) repassou verba desviada à Mkpol, que diz pertencer a Duda.

Outro lado 1 O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro reiterou que Duda nunca trabalhou ou se associou à Mkpol, conforme disse à PF. Ele diz que, se a empresa trabalhou em campanhas nas quais Duda atuou, ele não tem conhecimento.

Outro lado 2 O publicitário afirma que foi indiciado em 15 de julho sem ter sido ouvido pela PF. Seu depoimento, no dia 29, só foi tomado após queixa da defesa.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247