PF faz 'chover dinheiro' com operação no Recife

Durante o cumprimento de mandatos judiciais pela Operação Pulso, da Polícia Federal contra esquema de desvio de recursos públicos da Hemobras, um suspeito arremessou dinheiro pela janela de seu prédio, em Recife, nesta quarta-feira, 9; imagens divulgadas mostram pacotes de dinheiro jogados no chão do estacionamento do prédio do suspeito, que não teve o nome divulgado; operação cumpre 28 mandados de busca e apreensão em Pernambuco, Piauí, Paraíba, Minas Gerais e São Paulo, além de dois mandados de prisão temporária

Durante o cumprimento de mandatos judiciais pela Operação Pulso, da Polícia Federal contra esquema de desvio de recursos públicos da Hemobras, um suspeito arremessou dinheiro pela janela de seu prédio, em Recife, nesta quarta-feira, 9; imagens divulgadas mostram pacotes de dinheiro jogados no chão do estacionamento do prédio do suspeito, que não teve o nome divulgado; operação cumpre 28 mandados de busca e apreensão em Pernambuco, Piauí, Paraíba, Minas Gerais e São Paulo, além de dois mandados de prisão temporária
Durante o cumprimento de mandatos judiciais pela Operação Pulso, da Polícia Federal contra esquema de desvio de recursos públicos da Hemobras, um suspeito arremessou dinheiro pela janela de seu prédio, em Recife, nesta quarta-feira, 9; imagens divulgadas mostram pacotes de dinheiro jogados no chão do estacionamento do prédio do suspeito, que não teve o nome divulgado; operação cumpre 28 mandados de busca e apreensão em Pernambuco, Piauí, Paraíba, Minas Gerais e São Paulo, além de dois mandados de prisão temporária (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - Durante o uomprimento de mandatos judiciais pela Operação Pulso, da Polícia Federal contra esquema de desvio de recursos públicos da Hemobras, um suspeito arremessou dinheiro pela janela de seu prédio, em Recife, nesta quarta-feira, 9.

Imagens divulgadas mostram pacotes de dinheiro jogados no chão do estacionamento do prédio do suspeito, que não teve o nome divulgado. A assessoria da PF não soube dizer a quantia jogada pela janela.

A operação cumpre 28 mandados de busca e apreensão em Pernambuco, Piauí, Paraíba, Minas Gerais e São Paulo, além de dois mandados de prisão temporária.

Dois diretores e outro funcionário da Hemobras foram afastados. A Polícia Federal investiga os crimes de peculato, corrupção passiva e ativa, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A Polícia Federal afirma que, durante a operação, percebeu que diversas amostras de sangue, que deveriam ser transformadas em medicamentos contra hemofilia e outras doenças, eram armazenadas de forma inadequada, o que as unitilizava.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247