PF faz operação contra família de chefe do tráfico na fronteira do Paraguai

Em operação deflagrada nesta quinta-feira (27), a Polícia Federal tem como alvo uma organização criminosa liderada pelo traficante Jarvis Pavão. Preso na Penitenciária Federal de Brasília desde agosto do ano passado, Jarvis foi apontado como integrante da facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital

(Foto: PF/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27) a Operação Pavo Real, com o objetivo de cumprir 21 mandados de prisão (16 preventivas e cinco temporárias) e 67 de busca em apreensão no Distrito Federal e outros quatro estados. A corporação tem como alvo uma organização criminosa liderada pelo traficante Jarvis Pavão.

Preso na Penitenciária Federal de Brasília desde agosto do ano passado, Jarvis foi apontado como integrante da facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital. De acordo com as investigações, ele comandou, junto de familiares, um esquema de lavagem de dinheiro e ocultação de bens obtidos por meio do tráfico internacional de drogas.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Rondônia e também estão sendo cumpridos no Mato Grosso do Sul, em São Paulo e em Santa Catarina. A operação também contou com o apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e da Receita Federal.

Na primeira fase da operação, deflagrada em junho do ano passado, a Justiça Federal determinou o bloqueio de mais de R$ 302 milhões das contas de 96 investigados, entre pessoas físicas e jurídicas, e o sequestro de 50 imóveis. 

O Judiciário suspendeu, ainda, a atividade comercial de 22 empresas que, segundo a PF, eram usadas para a movimentação dos valores ilícitos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email