PF faz operação contra o tráfico de drogas em BH

A Polícia Federal (PF), com o apoio da Polícia Militar (PM), realiza nesta sexta-feira (19) a "Operação Campeonato" contra o tráfico de drogas, na Região Noroeste de Belo Horizonte; ao todo, 16 pessoas haviam sido presas até esta manhã; a quadrilha era chefiada por um traficante já condenado, segundo a PF; São cumpridos 32 mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão; cento e vinte policiais federais e 60 militares participam da ação

A Polícia Federal (PF), com o apoio da Polícia Militar (PM), realiza nesta sexta-feira (19) a "Operação Campeonato" contra o tráfico de drogas, na Região Noroeste de Belo Horizonte; ao todo, 16 pessoas haviam sido presas até esta manhã; a quadrilha era chefiada por um traficante já condenado, segundo a PF; São cumpridos 32 mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão; cento e vinte policiais federais e 60 militares participam da ação
A Polícia Federal (PF), com o apoio da Polícia Militar (PM), realiza nesta sexta-feira (19) a "Operação Campeonato" contra o tráfico de drogas, na Região Noroeste de Belo Horizonte; ao todo, 16 pessoas haviam sido presas até esta manhã; a quadrilha era chefiada por um traficante já condenado, segundo a PF; São cumpridos 32 mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão; cento e vinte policiais federais e 60 militares participam da ação (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - A Polícia Federal (PF), com o apoio da Polícia Militar (PM), realiza nesta sexta-feira (19) a "Operação Campeonato" contra o tráfico de drogas, na Região Noroeste de Belo Horizonte. Ao todo, 16 pessoas haviam sido presas até esta manhã. A quadrilha era chefiada por um traficante já condenado, segundo a PF. Ao todo, são cumpridos 32 mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão. Cento e vinte policiais federais e 60 militares participam da ação.

"Eles tinham uns pontos que eram só da organização criminosa e tinham outros pontos que eles dividiam com outras quadrilhas atuantes na mesma região, e, nos quais, ele [chefe da quadrilha] fazia uma escala de plantão para garantir o ganho, a lucratividade para todos e evitar disputas internas", informou o delegado Elster Lamoia, chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes.

Segundo a corporação, a Justiça decretou o sequestro de valores e bens dos envolvidos. O montante de bens apreendidos ainda não foi divulgado, já que operação ainda está em andamento. As informações são do G1.

As investigações, iniciadas há cerca de um ano, comprovaram que o líder da quadrilha, mesmo cumprindo pena, coordenava o tráfico de drogas na região. Os entorpecentes eram adquiridos em outros locais do país e vendidos em Belo Horizonte.

"[O líder da quadrilha] se valia das visitas íntimas da companheira e também do cunhado. E retransmitia as ordens por intermédio dessas pessoas", disse. Lamoia. Segundo ele, a mulher foi presa, e o cunhado está foragido.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247