HOME > Geral

PF investiga desvio de recursos no Sertão de AL

Denominada "Miolo de Pote", que significa conversa vazia, a Polícia Federal cumpre sete mandados de busca e apreensão e mais seis de condução coercitiva em dois municípios alagoanos – um deles é Olivença, no Sertão, e ainda em Pernambuco e no Ceará; indício é de desvio de recursos da Prefeitura Municipal de Olivença/AL, por intermédio de pagamentos superfaturados de shows musicais e realocação de postes da cidade em imóvel do prefeito

Denominada "Miolo de Pote", que significa conversa vazia, a Polícia Federal cumpre sete mandados de busca e apreensão e mais seis de condução coercitiva em dois municípios alagoanos – um deles é Olivença, no Sertão, e ainda em Pernambuco e no Ceará; indício é de desvio de recursos da Prefeitura Municipal de Olivença/AL, por intermédio de pagamentos superfaturados de shows musicais e realocação de postes da cidade em imóvel do prefeito (Foto: Voney Malta)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Alagoas 247 - Uma operação da Polícia Federal (PF) que investiga desvio de recursos na prefeitura de Olivença, no Sertão de Alagoas, cumpre, nesta quinta-feira (21), sete mandados de busca e apreensão e mais seis de condução coercitiva em dois municípios alagoanos, um pernambucano e dois cearenses. 

A ação é denominada "Miolo de Pote", que, no ditado popular, significa conversa vazia.

Por meio de nota encaminhada à imprensa, a Superintendência da PF em Alagoas informou que a investigação que resultou neste trabalho começou com a instauração de inquérito policial para apurar indícios de malversação de recursos públicos pela gestão municipal de Olivença/AL. Gravações de conversas obtidas em outra apuração distinta mostraram os indícios da prática criminosa.

Os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Alagoas e estão sendo cumpridos nos municípios de Olivença, Santana do Ipanema, Petrolância (PE), Jardim (CE) e Fortaleza (CE).

Na nova investigação, a PF descobriu fortes indícios de desvio de recursos da Prefeitura Municipal de Olivença/AL, por intermédio de pagamentos superfaturados de shows musicais para a festa de emancipação política do município, ocorrida em fevereiro de 2017; realocação de postes da referida Prefeitura para instalação em imóvel pertencente ao atual gestor municipal.

A polícia informou que confirmados os indícios por meio de outras diligências, foi apresentada ao TJ/AL representação pelas medidas judiciais que estão sendo cumpridas nesta quinta-feira.

Foi utilizado um efetivo de 40 policiais federais da Superintendência Regional da PF de Alagoas, com apoio de unidades em Pernambuco e no Ceará, para execução das medidas judiciais. O material arrecadado será levado à Superintendência Regional de Polícia Federal em Alagoas, onde será analisado posteriormente. 

Com gazetaweb.com

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: