PF prende Juquinha, ex-diretor da Valec

Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 2, o ex-presidente da Valec, José Francisco das Neves, conhecido como Juquinha, em mais um desdobramento das delações dos ex-executivos da Andrade Gutierrez e da Camargo Corrêa; Juquinha, que já foi condenado a 10 anos e sete meses de prisão por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, é acusado de recebimento de propina em obras de ferrovias e de ter patrimônio ilícito mantido oculto em nome de laranjas; um dos investigados na operação afirmou que Juquinha "sempre esteve pessoalmente presente e diretamente atuante em todos os atos de ocultação e dissimulação do patrimônio ilicitamente amealhado"

Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 2, o ex-presidente da Valec, José Francisco das Neves, conhecido como Juquinha, em mais um desdobramento das delações dos ex-executivos da Andrade Gutierrez e da Camargo Corrêa; Juquinha, que já foi condenado a 10 anos e sete meses de prisão por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, é acusado de recebimento de propina em obras de ferrovias e de ter patrimônio ilícito mantido oculto em nome de laranjas; um dos investigados na operação afirmou que Juquinha "sempre esteve pessoalmente presente e diretamente atuante em todos os atos de ocultação e dissimulação do patrimônio ilicitamente amealhado"
Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 2, o ex-presidente da Valec, José Francisco das Neves, conhecido como Juquinha, em mais um desdobramento das delações dos ex-executivos da Andrade Gutierrez e da Camargo Corrêa; Juquinha, que já foi condenado a 10 anos e sete meses de prisão por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, é acusado de recebimento de propina em obras de ferrovias e de ter patrimônio ilícito mantido oculto em nome de laranjas; um dos investigados na operação afirmou que Juquinha "sempre esteve pessoalmente presente e diretamente atuante em todos os atos de ocultação e dissimulação do patrimônio ilicitamente amealhado" (Foto: Aquiles Lins)

Goiás 247 - A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 2, o ex-presidente da Valec, José Francisco das Neves, conhecido como Juquinha, em mais um desdobramento das delações dos ex-executivos da Andrade Gutierrez e da Camargo Corrêa.

Juquinha, que já foi condenado a 10 anos e sete meses de prisão por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, é acusado de recebimento de propina em obras de ferrovias e de ter patrimônio ilícito mantido oculto em nome de laranjas.

Um dos investigados na operação afirmou que Juquinha "sempre esteve pessoalmente presente e diretamente atuante em todos os atos de ocultação e dissimulação do patrimônio ilicitamente amealhado".

Na semana passada, o filho dele, o empresário Jader Ferreira das Neves, e o advogado Leandro de Melo Ribeiro foram presos. Segundo o MPF, Juquinha e Jader "continuaram a lavar dinheiro da propina" mesmo depois de condenados à prisão, "produzindo provas falsas no processo para ludibriar o juízo e assegurar impunidade, além de custearem parte de sua defesa técnica (advogados) com dinheiro de propina".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247