PGR pede anulação de liminar que permite candidatura de Demóstenes Torres

Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ingressou com um recurso junto ao STF pedindo a anulação da liminar que permitiu ao ex-senador Demóstenes Torres (PTB-GO) se candidatar as eleições de outubro; segundo Dodge, a ação é necessária "em nome da segurança jurídica que exige o pleito eleitoral de 2018 e em defesa da ordem jurídica"; liminar permitindo que Demóstenes possa se candidatar foi concedida na última terça-feira (27) pelo ministro do STF Dias Toffoli

PGR pede anulação de liminar que permite candidatura de Demóstenes Torres
PGR pede anulação de liminar que permite candidatura de Demóstenes Torres (Foto: FOLHAPRESS)

Goiás 247 - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ingressou com um recurso junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo a anulação da liminar que permitiu ao ex-senador Demóstenes Torres (PTB-GO) se candidatar as eleições de outubro. Segundo Dodge, a ação é necessária "em nome da segurança jurídica que exige o pleito eleitoral de 2018 e em defesa da ordem jurídica".

A liminar permitindo que Demóstenes possa se candidatar foi concedida na última terça-feira (27) pelo ministro do STF Dias Toffoli. No pedido que suspendeu a sua inelegibilidade, Demóstenes, que pretende se lançar ao senado nas próximas eleições, também pediu a retomada do seu mandato, o que foi negado por Toffoli.

Demóstenes Torres teve o mandato cassado em 2012 e recorreu ao STF para retornar ao cargo de promotor de Justiça após as provas que o incriminavam, no âmbito das operações Monte Carlo e Vegas terem sido anuladas.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247