PIB de Pernambuco cresce 2,7% no terceiro trimestre

O Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco cresceu 2,7% no terceiro trimestre deste ano, ao cravar R$ 35,5 bilhões; dentre os componentes que constituem o PIB o destaque foi para a Agropecuária, que, no período, registrou alta de 8,7% impulsionada pelas lavouras temporárias, principalmente no cultivo do milho que, em parte, se recuperou dos efeitos da seca e cresceu 192,5%; o estado a 10ª economia do Brasil    

A combine harvester loads corn kernels on a truck at a corn field in La Paloma city, Canindeyu, about 348km (216 miles) northeast of Asuncion August 7, 2012. Corn export is second only to soybean export in Paraguay. REUTERS/Jorge Adorno (PARAGUAY - Tags:
A combine harvester loads corn kernels on a truck at a corn field in La Paloma city, Canindeyu, about 348km (216 miles) northeast of Asuncion August 7, 2012. Corn export is second only to soybean export in Paraguay. REUTERS/Jorge Adorno (PARAGUAY - Tags: (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco cresceu 2,7% no terceiro trimestre deste ano, ao cravar R$ 35,5 bilhões. A expectativa da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (CONDEPE/FIDEM), responsável pelo levantamento, é fechar 2014 com o PIB estadual em torno de 3% de crescimento. O estado está em 10° lugar no ranking das maiores economias do Brasil.

De acordo com a pesquisa, o PIB do Brasil caminhou na contramão do crescimento do Estado, apresentando queda de 0,2% no mesmo período. Nos últimos nove meses, a soma das riquezas de Pernambuco cresceu 2,8%, enquanto o Brasil ficou com saldo positivo de 0,2%.

Dentre os componentes que constituem o PIB pernambucano o destaque foi para a Agropecuária que cresceu, no trimestre, 8,7% impulsionada pelas lavouras temporárias, principalmente no cultivo do milho que, em parte, se recuperou dos efeitos da seca no Estado e cresceu 192,5%.

Os cultivos do feijão e da mandioca também contribuíram para o segmento com, respectivamente, crescimentos de 80,2% e 15,3%.  Na Pecuária, os destaques ficaram com a produção de leite e criação de aves e suínos que cresceram, respectivamente, 5,9%, 2,8% e 2,6%. No acumulado dos últimos nove meses deste ano, a taxa de crescimento total da Agropecuária chegou a 18,4%.

A indústria estadual também apresentou saldo positivo no trimestre. O setor cresceu 4,7%, enquanto, no Brasil, o PIB trimestral da Indústria ficou em -1,5%. O destaque em Pernambuco foi para os 25% de crescimento dos Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP), devido, principalmente, à geração de energia produzida pelas termoelétricas. A Indústria de Transformação teve aumento de 1,4% e a Construção Civil caiu 4,5%.

Segundo o presidente da Agência CONDEPE/FIDEM, Maurílio Lima, a retração da Construção Civil, registrada pela primeira vez neste ano, é consequência do estágio atual de conclusão de vários investimentos estruturadores, pelo arrefecimento na construção imobiliária e pelo andamento mais lento das obras de infraestrutura. “Essa situação vem sendo observada ao longo de 2014, refletindo em flutuações no mercado de trabalho do setor”, afirmou.

As atividades mais vinculadas à demanda do segmento empresarial, como os setores de Serviços Prestados às Empresas e Intermediação Financeira e Aluguel foram as responsáveis pelo crescimento de 1,9% dos Serviços no PIB. No cenário nacional o crescimento do setor foi de 0,5% no terceiro trimestre deste ano. Em Pernambuco, o setor de Serviços representa mais de 70% da economia do Estado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247